Mundo

Xangai oferece bolsas a estudantes estrangeiros

O Governo de Xangai aliou-se à Universidade de Tongji para disponibilizar bolsas de estudo que podem ir até aos 1.005 euros por mês. As ajudas são destinadas a estudantes internacionais de licenciatura, mestrado e doutoramento.
Versão para impressão
O Governo de Xangai aliou-se à Universidade de Tongji para disponibilizar bolsas de estudo que podem ir até aos 1.005 euros por mês. As ajudas são destinadas a estudantes internacionais de licenciatura, mestrado e doutoramento que se candidatem até dia 31 de Maio.
 
O comunicado emitido pela universidade revela que a iniciativa integra uma estratégia educacional do Governo. O objetivo é tornar Xangai no maior centro de estudantes internacionais da China e criar um excelente ambiente educacional, propício à formação dos melhores profissionais.
 
As bolsas a atribuir variam entre os 213 e os 1.005 euros, conforme cubram apenas as propinas ou também alojamento e despesas, sendo que os candidatos são divididos em três categorias.

Aos de mestrado e doutoramento (categoria A) é dada uma bolsa entre 213 e 251 euros, enquanto os de licenciatura (categoria B) têm acesso a um valor mais reduzido. A categoria C, das bolsas mais elevadas, visa os alunos que já tenham frequentado a universidade.
 
A candidatura deve ser feita online através do preenchimento de um formulário a ser entregue, posteriormente, em suporte físico. Para a submeter é requisitada uma taxa de inscrição de aproximadamente 51 euros, devolvida ao estudante em caso de aceitação.
 
Saber mandarim não é requisito obrigatório, mas existem outras condicionantes. Os candidatos não podem ser chineses, têm de apresentar prova de boa saúde e não podem concorrer a nenhum outro programa de bolsas na China. É afixado, também, um limite de idade que varia consoante o grau de ensino: inferior a 40 para doutoramento, inferior a 35 para mestrado e inferior a 25 para licenciatura.
 
A China é, atualmente, a segunda maior economia do mundo e deverá ocupar a posição de líder mundial já na próxima década caso mantenha o ritmo de crescimento, destronando os Estados Unidos. Assim sendo, estudar ou trabalhar neste país revela-se, cada vez mais, uma opção aliciante.
 
Para aceder ao programa das bolsas clique aqui.

[Notícia sugerida por Sofia Baptista]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close