Saúde

Vitamina D protege dentes de degradação e cáries

A vitamina D tem potencial para prevenir as cáries e ajudar a proteger a saúde dos dentes, evitando a sua degradação. A conclusão surge na sequência de uma revisão feita por um investigador norte-americano a vários estudos anteriores.
Versão para impressão
A vitamina D tem potencial para prevenir as cáries e ajudar a proteger a saúde dos dentes, evitando a sua degradação. A conclusão surge na sequência de uma revisão feita por um investigador norte-americano a vários estudos efetuados entre os anos de 1920 e 1980.
 
Esta revisão, levada a cabo por Phillipe Hujoel, da Universidade de Washington, nos EUA, analisou 24 ensaios clínicos controlados durante aquele período de tempo e que envolveram cerca de 3.000 jovens de países como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Canadá, Áustria, Nova Zelândia e Suécia com idades entre os 2 e os 16 anos. Os resultados vão ser publicados em Dezembro na revista científica Nutrition Reviews.
 
Os ensaios clínicos em questão mostraram que os níveis mais elevados de vitamina D estavam associados a uma redução de cerca de 50% na degradação dos dentes. “O meu principal objetivo foi fazer um sumário da base de dados existente para que possamos lançar um novo olhar sobre o papel da vitamina D”, explica Hujoel, citado pelo portal Science Daily. 
 
Embora a importância da vitamina D para a saúde dos ossos não seja contestada, o seu papel em relação ao potencial na prevenção de cáries tem sido alvo de discórdia ao longo do tempo. Atualmente, os níveis de vitamina D presentes em grande parte da população mundial estão a decrescer e as cáries têm vindo a tornar-se cada vez mais frequentes. 

Conclusões reafirmam importância da vitamina D

 
“Se este facto é ou não uma coincidência é uma questão que está aberta para debate. Enquanto não obtivermos uma conclusão em consequência desse debate, as grávidas ou as jovens mães devem ter em conta que a vitamina D é indispensável para um crescimento saudável porque é indiscutível que conduz a dentes e ossos com mais minerais”, salienta o investigador.
 
Ainda assim, Hujoel alerta que “é preciso ter cuidado com a interpretação desta revisão, já que os ensaios clínicos tinham algumas fraquezas que poderão ter influenciado os resultados e que a maior parte dos participantes viveram numa era muito diferente daquela em que vivemos hoje em dia”. 
 
Em qualquer dos casos, para Michael Hollick, professor de medicina do Boston University Medical Center, também nos EUA, “as descobertas da Universidade de Washington reafirmam a importância da vitamina D para a saúde dentária”, uma vez que “as crianças que têm deficiências de vitamina D têm atrasos na erupção dos dentes e estes tendem a ser mais pobres e suscetíveis a cáries”.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close