Saúde

Viagra pode ajudar a tratar a esclerose múltipla

NULL
Versão para impressão
Um grupo de investigadores da Universidade Autónoma de Barcelona (UAB) descobriu que o Viagra pode contribuir para o tratamento da esclerose múltipla. Testado em ratos, o Viagra reduziu “drasticamente” os sintomas da doença, devendo ser agora testado em pacientes.

Em apenas 8 dias de tratamento uma dose diária de viagra fez com que 50% dos animais, a quem foi administrada a droga, recuperasse quase totalmente.

A equipa que desenvolveu o estudo pôde observar que uma das substâncias presentes no medicamento contribui para um retardamento, ou mesmo paralisação, da evolução da patologia. O sildenafil “pode exercer ações neuroprotetoras” e “promove a recuperação de mielina”.

Sendo esta uma uma droga bem tolerada e que tem sido utilizada no tratamento da disfunção erétil, os pesquisadores esperam vir a testá-la brevemente em pacientes com esclerose múltipla.

O estudo foi realizado por uma equipa de pesquisadores do Instituto de Biotecnologia e Biomedicina da UAB, em colaboração com o Instituto de Neurociência da UAB.

Esclerose múltipla

A Esclerose Múltipla é uma doença inflamatória crónica, desmielinizante e degenerativa do sistema nervoso central, que interfere com a visão, a locomoção e o equilíbrio, entre outras funções do organismo.

Embora seja possível suavizar os sintomas e retardar a doença, não foi ainda descoberta a cura para a mesma.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close