Em Destaque Saúde

Vamos felicitar os Portugueses que não fumam e celebrar a saúde

17 de novembro – Dia Nacional do Não Fumador
Versão para impressão

 

por Dr. Paulo Vitória, Psicólogo e Professor no Departamento de Ciências Médicas da Universidade da Beira Interior

O fumo do tabaco continua a ser, em Portugal e no mundo, o principal fator evitável de doenças crónicas, perda de qualidade de vida e mortalidade prematura. Está relacionado com doenças cérebro-cardiovasculares, cancro, doenças respiratórias e diabetes. No nosso país são atribuídas cerca de 12.000 mortes por ano ao consumo de tabaco e à exposição ao fumo ambiental de tabaco.

Celebra-se a 17 de novembro o Dia Nacional do Não Fumador. Este dia comemorativo foi criado por uma Resolução do Conselho de Ministros (Resolução n.º 35/84, de 11 de junho), que, então, instituiu o Dia Mundial do Não Fumador. Curiosamente, o Governo Português apressou-se a marcar esta efeméride na sequência de uma recomendação aprovada em 1983 na 5ª Conferência Mundial Tabaco ou Saúde. Entretanto, o resto do mundo aderiu ao Dia Mundial Sem Tabaco (31 de maio), promovido pela Organização Mundial de Saúde e Portugal tornou-se assim o único país do Mundo que tem um Dia do Não Fumador.

Na nossa perspetiva, o grande destaque desta efeméride será a sua finalidade. Ao contrário de outras datas comemorativas na área da saúde, que são dedicadas a doenças com o objetivo de aumentar o conhecimento da população sobre as mesmas, o Dia do Não Fumador serve para celebrar a saúde e felicitar todos os Portugueses que decidiram não fumar. Assim, 17 de novembro é o dia de mais de 7 milhões de Portugueses que não fumam, participando ativamente na preservação da sua saúde e na promoção da saúde de toda a população.

É evidente que esta data representa também um convite de mudança para os Portugueses que fumam. Aproxima-se o fim do ano e as famosas resoluções de ano novo, que são o momento mais escolhido para tentar deixar de fumar. O dia 17 de novembro surge como a data ideal para os Portugueses que fumam iniciarem a sua preparação para cessar esse comportamento. Uma preparação adequada, que é um dos principais determinantes do sucesso, deverá ter como objetivo principal resolver o conflito inerente a esta mudança. Quando o conflito se resolve, deixar de fumar torna-se fácil!

Consultar o médico, utilizar os medicamentos com indicação para a cessação tabágica e mobilizar o apoio dos mais próximos são as estratégias mais importantes na preparação efetiva de uma tentativa para deixar de fumar. Para resolver o conflito entre fumar e não fumar, a motivação e a atitude são fundamentais. Deixar de fumar pode ser como uma experiência, como uma viagem com muitas descobertas pela frente, incluindo, como em qualquer viagem, o autoconhecimento. É essencial partir para esta viagem com sentido lúdico, enfrentado os desafios com confiança e abertura para surpresas. E, a propósito de desafios e surpresas, porque não começar agora? Se fuma e está a pensar deixar de fumar, não espere pelo dia 1 de janeiro… aproveite o dia do Não Fumador para parar já de fumar, idealmente com ajuda médica!

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close