Ambiente

UE atribui 6ME para proteger pinheiros em Portugal

NULL
Versão para impressão
A União Europeia (UE) aprovou, esta quarta-feira, um montante de seis milhões de euros com o propósito de travar a praga do nemátodo da madeira – um vírus microscópico – do pinheiro-bravo em Portugal.

A medida insere-se num pacote de 19 milhões de euros a ser atribuído pela UE com vista a apoiar sete países no financiamento do combate aos organismos prejudiciais às plantas e na prevenção da sua propagação dentro do espaço europeu.

Em comunicado, a Comissão Europeia explicou que estes fundos não só ajudarão o nosso País a conter a praga que destrói as coníferas e as faz murchar, levando à sua morte, como também “contribuirão para salvaguardar o território dos restantes Estados-membros e proteger os interesses comerciais da União em relação a países terceiros”.

Além disso, estão ainda previstos mais quatro milhões de euros para Portugal “fazer face às enormes despesas efetuadas em 2006/2007 com a criação de (…) uma zona isenta de árvores que foram infetadas pelo nemátodo da madeira”, isto é, de uma faixa de contenção fitossanitária para impedir a propagação do vírus.

Os fundos vão ser igualmente concedidos à Alemanha, Itália, Malta, Chipre, Países Baixos e Espanha, Estados-membros que pediram auxílio à União na proteção das suas florestas de pinheiros.

A aprovação destas medidas corresponde à maior participação anual da União Europeia para estes fins desde 1997.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close