Cultura

UBI: Alunos criam filme com pessoas com deficiência

Um grupo de alunos de cinema da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, decidiu dar protagonismo a pessoas com deficiência mental no projeto de fim de curso.
Versão para impressão
Um grupo de alunos de cinema da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, decidiu dar protagonismo a pessoas com deficiência mental no projeto de fim de curso.
 
Entre 20 a 30 utentes da delegação da Covilhã da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) vão ser atores, produtores e realizadores de uma fita que será projetada dentro de algumas semanas.
 
A estreia está marcada para a sala de cinema da universidade, numa gala em que cada um dos participantes vai receber um prémio.
 
Todo o processo será orientado e filmado pelos alunos de cinema, resultando numa curta-metragem que será avaliada como projeto de final de curso, mas que “representa muito mais”, explica o realizador do filme Henrique Cannavial.
 
O mais forte protege o mais fraco
 
Os alunos estão a conduzir, na APPACDM, sessões de trabalho em que apresentam o equipamento e os processos de produção e em que tentam chegar a um consenso sobre o filme que vão fazer. “Uns gostam do 007, outros de comédia”, descreve Henrique.
 
Trabalhar com quem tem deficiência mental “é completamente diferente do habitual”, pela positiva, destaca: “não têm ciúmes, invejas ou preconceitos e o mais forte protege o mais fraco. É a sociedade perfeita”, conclui.
 
No meio do grupo, muito animado, Silvie Matos, uma das clientes da instituição, não esconde o desejo: “gostava de entrar num filme”, afirma acrescentando que fazer parte de uma equipa de cinema “é espetacular”.
 
De destacar que esta semana, estreou no festival FESTin, o filme brasileiro “Colegas”, protagonizado por três atores com Síndrome de Down, que está a ser um fenómeno de sucesso no Brasil e conta com a participação do português Rui Unas.

Ariel Goldenberg, um dos atores com síndrome de down que integra o filme, realizou, recentemente, o seu maior sonho: conhecer o ídolo Sean Penn. Para isso, deslocou-se até  Los Angeles, nos EUA, onde conseguiu um abraço do ator, guionista e diretor californiano. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close