Mundo

Tráfico Humano: 32 adolescentes resgatadas na Nigéria

NULL
Versão para impressão
As autoridades da Nigéria resgataram, esta quarta-feira, 32 adolescentes grávidas, entre os 15 e os 17 anos, de um edifício onde as raparigas eram forçadas a ser mães para depois venderem os seus bebés, avança a agência France-Press.

“Resgatámos 32 adolescentes grávidas e prendemos o proprietário que está sob interrogatório sob as alegações de traficar os bebés para rituais de feitiçaria e outros fins”, disse Bala Hassan, comissário da polícia local.

Algumas das jovens contaram à polícia que lhes eram oferecidos cerca de 100 euros pelos filhos, sendo que depois os bebés eram vendidos por milhares de euros, segundo revela a France-Press.

As adolescentes foram encaminhadas para a agência nacional de luta contra o tráfico de seres humanos da Nigéria e a proprietária do local foi detida, incorrendo numa pena até 14 anos de prisão se for considerada culpada.

Depois da fraude económica e tráfico de droga, o terceiro crime mais comum na Nigéria é o tráfico de bebés. Nos países da África Oriental, é um dos crimes mais comuns, sendo as crianças adquiridas para alegadas “adoções” com vista a começarem a trabalhar desde cedo nos campos agrícolas, minas, fábricas e casas de famílias mais abastadas. Outras acabam em redes de prostituição e, casos mais raros, sacrificadas em rituais de magia negra.

[Notícia sugerida por Sara Veiga]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close