Mundo

‘Telemarketing’ salva mulher de violência doméstica

As chamadas telefónicas de venda de produtos geralmente nunca são bem recebidas pela maioria das pessoas. Mas a história que se passou no estado de Oregon, nos Estados Unidos, contrariam a ideia de que estas chamadas são incómodas, e que em casos ext
Versão para impressão
As chamadas das empresas de telemarketing não costumam ser bem recebidas. Mas desta vez, o telefonema de uma empresa que vende produtos de saúde salvou a vida de uma mulher, no estado de Oregon, Estados Unidos.

A mulher, vítima de violência doméstica, estava a ser agredida pelo marido quando lhe ligaram para vender um produto. Contudo, a vítima não percebeu que tinha recebido a chamada e continuou sempre a gritar por socorro.

“Por favor, não me mate”, foi o que a operadora do 'call center' ouviu, juntamente com o som de agressões.

Imediatamente, Chamille McElroy chamou a sua supervisora, que ligou às autoridades e denunciou o caso, conta o canal Sky News. Pouco tempo depois, a polícia invadiu a casa do casal, apanhando Walter Ruck em flagrante.

Como explicou a polícia à Sky News, a vítima tinha o telefone no bolso de trás das calças e, ao defender-se das agressões do marido, atendeu sem querer a chamada, que foi gravada e servirá como uma das provas das agressões de Walter à mulher, cuja identidade não foi revelada.

Ao canal, a supervisora do 'call center', Tina Garcia, contou que ela e a sua funcionária, bem como todos os restantes empregados ficaram “bastante preocupados e sensiblizados com a história da mulher”.

As autoridades contaram ainda ao mesmo canal o cenário de terror a que assistiram quando chegaram à habitação: “Quando chegámos, ouvimos uma mulher a gritar por socorro e um homem a dizer-lhe: 'cala-te'”.

O agressor, de 33 anos, foi preso e levado para a esquadra mais próxima.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close