Em Destaque Lifestyle

Start-up portuguesa reutiliza peças de alta costura em gamas de acessórios, decoração e confeção

Primeira coleção é uma linha de almofadas que terá Madonna como principal homenageada.
Versão para impressão

Acabou de nascer em Portugal uma start-up de moda centrada na economia circular que, a partir do aproveitamento de peças das mais prestigiadas casas de alta costura, cujas coleções não podem ser alvo de saldos ou promoções, cria novos artigos de decoração de luxo desenvolvidos a partir da técnica de patchwork. Chama-se THE THINKER AND THE SINNER, recebe já em permanência doações de tecidos de grandes marcas, e a primeira coleção consiste numa linha de almofadas. Uma delas é uma homenagem a Madonna e será mesmo entregue à artista norte-americana que reside em Portugal.

Para além de promover a sustentabilidade, o desperdício zero e a reciclagem através do reaproveitamento de materiais, implementando igualmente um modelo de economia circular, a THE THINKER AND THE SINNER pretende dotar a sua atividade de uma forte vertente de solidariedade social, já que 10% das suas vendas em 2019 serão doadas a duas associações nacionais: 5% à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e 5% ao Movimento Mulheres de Vermelho. E é precisamente neste contexto que surge esta primeira coleção, visto que algumas das almofadas foram concetualizadas e desenvolvidas a pensar nas causas que estas duas instituições representam e serão leiloadas em eventos específicos.

Madonna será a homenageada principal desta primeira linha de produtos, a Patchwork Luxury Collection by THE THINKER AND THE SINNER “pelo que tem feito pela imagem do nosso país”, explica Paulo Julião, diretor de marca e diretor do atelier. “É uma coleção sofisticada, única, irrepetível e inteiramente manual, que são as características que definem o mundo da couture. Criamos uma almofada que é o ponto de encontro de duas Madonas, a de Fátima e a rainha da pop, e a almofada será entregue à artista em sua casa por um amigo e pelo fundador do Movimento Mulheres de Vermelho. É a mais valiosa das almofadas, já que conta com um Terço em ouro”, acrescenta.

“Prometemos ir muito mais longe com gamas diversificadas de produtos sempre dentro do universo couture”, afirma António Peres, Co-fundador do projeto. “A nossa primeira linha é a composta almofadas decorativas, pois estamos a confecionar produto acabado com tecidos usados, mas estamos já prestes a apresentar uma linha de acessórios e mais tarde uma de confeção, com matéria-prima em primeira mão, de restos de coleções de marcas com têxteis para uso pessoal até decoração”, explica.

Através de uma forte politica de parcerias, a THE THINKER AND THE SINNER, que neste momento é composta por uma equipa de sete pessoas, pretende implementar também a criação de uma escola para ensinar as suas técnicas de patchwork, de modo a contribuir para responder às necessidades de muitos consumidores que irão aprender a recuperar e reutilizar tecidos que já não usam, bem como abrir novos horizontes à costura criativa. Para os que pretendam fazer desta abordagem um negócio, esta dupla de empreendedores ajudará ao nível dos canais de distribuição, sendo a própria empresa um elemento dessa cadeia.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close