Em Destaque Sociedade

A solidariedade das comunidades portuguesas

"Trata-se de um notável papel social, que em muitos dos casos ocupa um espaço desprotegido pelos serviços sociais estrangeiros ou portugueses." Artigo de opinião de Daniel Bastos.
Versão para impressão
por Daniel Bastos

O espírito de solidariedade constitui uma das mais relevantes manifestações da identidade humana, especialmente relevante em situações de crise e tragédia, como revelam as extraordinárias ondas de afeto e entreajuda dos portugueses espalhados pelos quatro cantos do mundo para com as vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande.

No conjunto das inúmeras campanhas solidárias por Pedrógão, os gestos e iniciativas dinamizadas pelas comunidades portugueses são dos melhores exemplos de genuína resposta social, e apoio a pessoas e famílias.

Capaz de ultrapassar barreiras culturais, linguísticas e geográficas, o espírito de solidariedade das comunidades portuguesas revela-se não só com os compatriotas residentes na pátria de origem, como o que está a originar por estes dias várias iniciativas para ajudar os bombeiros e as vítimas dos incêndios no centro do país, mas também para com os concidadãos e nacionais das suas pátrias de destino.

De facto, uma outra importante dimensão da solidariedade das comunidades portuguesas é praticada nos vários territórios onde está implantada em prol de muitos emigrantes que não alcançaram o sucesso que ambicionaram à partida, e que vivem com dificuldades, precariedade, doença, desemprego ou solidão.

Trata-se de um notável papel social, que em muitos dos casos ocupa um espaço desprotegido pelos serviços sociais estrangeiros ou portugueses. Veja-se por exemplo, o papel social da Santa Casa da Misericórdia de Paris, fundada em 1994 e que ao longo das últimas décadas criou uma valiosa rede de solidariedade no seio da comunidade portuguesa em França.

O espírito de solidariedade das comunidades portuguesas não se esgota no apoio aos emigrantes, em várias situações a generosidade lusa estende-se a toda a sociedade onde está inserida, como é o caso paradigmático da Luso Canadian Charitable Society em Toronto e Hamilton no Canadá, o segundo maior país em área do mundo.

Criada no início do séc. XXI por um grupo de empresários lusos para apoio no seio da comunidade portuguesa a pessoas com deficiência, rapidamente os seus relevantes serviços se estenderam à multicultural sociedade canadiana, onde desempenha um papel fundamental na promoção da dignidade e qualidade de vida de pessoas com deficiência.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close