Cultura

Setúbal: Casal alemão financia restauro de azulejos

Um casal de alemão apreciador da azulejaria portuguesa decidiu financiar o restauro do painel de azulejos do mercado do Livramento, em Setúbal, parcialmente destruído aquando da derrocada de uma parede em Fevereiro do ano passado.
Versão para impressão
Um casal de alemão apreciador da azulejaria portuguesa decidiu financiar o restauro do painel de azulejos do mercado do Livramento, em Setúbal, parcialmente destruído aquando da derrocada de uma parede em Fevereiro do ano passado, através da sua fundação, a Fundação Buehler-Brockhaus. Graças ao apoio dos dois alemães, radicados em Setúbal desde 2006, o restauro está quase concluído.
 
O painel de azulejos azuis e brancos é da autoria de Pedro Jorge Pinto e representa as lides da pesca, do sal, da lavoura e do próprio mercado, constituindo-se como um importante património cultural da cidade de Setúbal.
 
“Chegámos em 2006, com uma inclinação para as questões culturais de Portugal e, sobretudo, de Setúbal. Pensámos instituir uma fundação e conseguimos a instalação em 2008”, contou à Lusa o presidente da Fundação, Hans-Peter Buehler. 
 
De acordo com a sua esposa, Marion Buehler-Brockhaus, o casal achou que “a recuperação da parede [do mercado do Livramento] era uma ocasião fantástica para ajudar”, e assim foi. “Setúbal tem uma coisa atraente. É como o amor. Não se sabe exatamente porquê, mas julgo que é a sua arquitetura, a paisagem, a serra e tudo o mais”, acrescentou.
 
Ana Nascimento, da empresa de restauro Esgrafito Mural, disse à Lusa que foi possível recuperar cerca de 85% dos azulejos, mas que cerca de 1.700 tiveram de ser substituídos por réplicas, que já estão a ser colocadas juntamente com os azulejos recuperados. “Os trabalhos de restauro do painel deverão estar concluídos na primeira semana de fevereiro”, antecipou.

Fundação tem desenvolvido várias iniciativas culturais
 

Já a vereadora das Atividades Económicas na Câmara de Setúbal, Carla Guerreira, admitiu que a parceria estabelecida com a Fundação Buehler-Brockhaus ajudou a acelerar todo o processo de restauro, que a autarquia teria sempre de fazer.
 
“A Fundação tem sido um elemento na nossa cidade que tem contribuído para as questões culturais.  Claro que a Câmara de Setúbal teria de fazer esta recuperação, mas esta parceria tornou as coisas muito mais fáceis”, reconheceu, acrescentando que a fundação se preocupa “muito com as questões patrimoniais e culturais”. 

O restauro do painel de azulejos é somente um exemplo das diversas iniciativas culturais apoiadas pela Fundação Buehler-Brockhaus, que, entre outros contributos, também financiou a escultura colocada à entrada do renovado Fórum Luísa Todi.
 
Recorde-se que, em fevereiro de 2012, uma parede com cerca de 50 metros de comprimento ruiu no Mercado Municipal do Livramento – que foi alvo de obras de requalificação no valor de 3,86 milhões de euros -, provocando a morte de cinco pessoas e um ferido ligeiro. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close