Literatura

Romance vencedor do Prémio Leya já está nas bancas

O romance "Debaixo de algum céu", vencedor da 5ª edição do prémio Leya, chegou às bancas em Abril. O romance de Nuno Camarneiro foi escolhido entre mais de 270 candidatos e a entrega oficial do prémio decorre na próxima quarta-feira, dia 08 de Maio,
Versão para impressão
O romance “Debaixo de algum céu”, vencedor da 5ª edição do prémio Leya, chegou às bancas em Abril. O romance de Nuno Camarneiro foi escolhido entre mais de 270 candidatos e a entrega oficial do prémio decorre na próxima quarta-feira, dia 08 de Maio, em Lisboa. 

Nuno Camarneiro sucede a João Ricardo Pedro (O Teu Rosto Será o Último, 2011), João Paulo Borges Coelho (O Olho de Hertzog, 2009) e Murilo Carvalho (O Rastro do Jaguar, 2008) na relação de vencedores do Prémio. A cerimónia de entrega do prémio será presidida pelo Presidente da República, Cavaco Silva.

O romance “Debaixo de algum céu” conta a história de homens, mulheres e crianças que habitam num prédio junto à praia e que, embora desconhecidos, vivem uma situação comum: a procura de algo que lhes faz falta.

Há uma viúva sozinha com um gato, um homem que se esconde a inventar futuros, um bebé que testa os pais desavindos, um reformado que constrói loucuras na cave, uma família quase normal, um padre com uma doença de fé e até um apartamento vazio, cheio dos que o deixaram.

Este romance é, sobretudo, uma reflexão sobre a vida humana, onde a vida das personagens fica suspensa, após uma inesperada tempestade que deixa o prédio sem luz e obriga as pessoas a parar para pensar e rever o próprio passado.  

O prémio LeYa, no valor de 100 mil euros, foi criado em 2008 com o intuito de distinguir romances inéditos e é o maior em valor pecuniário no domínio da literatura de expressão portuguesa.

Segundo o comunicado de imprensa, o júri premiou, por maioria, a obra de Nuno Camarneiro pelo “domínio e segurança da escrita, pela força no desenho dos personagens” e pela “humanidade” do projeto que pode “ser lido como uma alegoria do mundo contemporâneo”.

Sobre o autor

Nuno Camarneiro nasceu na Figueira da Foz em 1977. Licenciou-se em Engenharia Física pela Universidade de Coimbra, trabalhou no CERN (Organização Europeia para a Investigação Nuclear) e doutorou-se em Ciência Aplicada ao Património Cultural pela Universidade de Florença.

Atualmente desenvolve a sua investigação na Universidade de Aveiro e é docente no Departamento de Ciências da Educação e do Património da Universidade Portucalense.

Em 2011, pela Dom Quixote, publicou o seu primeiro romance, No Meu Peito Não Cabem Pássaros, muito saudado pela crítica, publicado também no Brasil e cuja tradução francesa está prevista para breve.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close