Em Destaque Sociedade

Restaurantes mostram-se mais conscientes e ativos no combate ao desperdício alimentar

Neste momento, o Embrulha conta com o envolvimento de um total de 50 restaurantes, sendo que a expectativa é a de que estes números continuem a crescer, de forma significativa, a curto prazo.
Versão para impressão

O empenho dos restaurantes no combate ao desperdício alimentar é visivelmente crescente. Esta conclusão da APHORT – Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo resulta da observação da participação e do interesse demonstrados pelos seus associados perante o projeto Embrulha, que a APHORT integra enquanto parceiro.

No seguimento do sucesso alcançado junto dos restaurantes do Porto, foi a vez do município de Matosinhos, o concelho da Área Metropolitana do Porto com a maior concentração de restaurantes, aderir a este projeto no passado dia 16 de outubro, data em que se assinala o Dia Mundial da Alimentação, arrancando com uma participação inicial de 14 restaurantes locais. Neste momento, o Embrulha conta com o envolvimento de um total de 50 restaurantes, sendo que a expectativa é a de que estes números continuem a crescer, de forma significativa, a curto prazo.

A ideia do projeto Embrulha, promovido pela LIPOR, consiste na disponibilização gratuita aos restaurantes aderentes de embalagens biodegradáveis para oferta aos seus clientes, dando-lhes a possibilidade de levarem consigo, comodamente e em segurança, as suas sobras alimentares. O objetivo passa por reduzir o desperdício de alimentos no setor da restauração, reavivando simultaneamente junto do cidadão o comportamento de levar para casa, sem preconceito, aquilo que sobrou da sua refeição.

Tendo arrancado em 2016, como estudo piloto, junto de alguns restaurantes do Porto, o Embrulha tem-se revelado uma solução ambientalmente sustentável para a redução do desperdício de alimentos junto do setor da restauração. Desde então, o projeto tem vindo a crescer, contando com uma aceitação muito positiva por parte dos estabelecimentos e do consumidor final. Até ao primeiro semestre deste ano, a iniciativa já permitiu a distribuição de 23.055 embalagens e o reaproveitamento de 8,40 toneladas de alimentos, evitando a produção do equivalente a 1,76 toneladas de dióxido de carbono.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close