Mundo

Restaurante usa comida rejeitada por supermercados

Abriu em Setembro, em Copenhaga, na Dinamarca, um novo restaurante cuja ementa é composta por pratos confecionados com recurso ao aproveitamento de alimentos em bom estado descartados pelos supermercados.
Versão para impressão
Abriu em Setembro, em Copenhaga, na Dinamarca, um novo restaurante cuja ementa é composta por pratos confecionados com recurso ao aproveitamento de alimentos em bom estado descartados pelos supermercados e outras grandes superfícies comerciais.
 
O novo estabelecimento de restauração, de seu nome “Rub og Stub”, foi criado por um grupo de voluntários que têm também assegurado o seu funcionamento. Todo o dinheiro gerado com as refeições servidas destina-se a ser doado a três instituições de solidariedade na Serra Leoa.
 
“Todos nós já trabalhámos em cozinhas ou supermercados e vimos a quantidade de comida que é desperdiçada, pelo que quisemos fazer algo em relação a isso”, explicou à AFP uma das cofundadoras do projeto, Sophie Sales, que confessou que, para a abertura, o restaurante teve de comprar os seus próprios ingredientes.
 
“Esperávamos conseguir garantir alguns acordos permanentes antes da inauguração, mas foi difícil porque se trata de um conceito muito inovador. Os potenciais fornecedores tiveram dificuldade em acreditar que era um projeto realista e que íamos ser capazes de abrir”, contou Sales.

Menu do restaurante varia consoante alimentos doados
 

No entanto, a iniciativa acabou mesmo por avançar e o restaurante tem recebido a maior parte dos seus alimentos por via de doações feitas por duas cadeias de supermercados detidas pela empresa Coop Danmark. “Tem sido um pouco de tudo, desde carne de cordeiro a pato, passando por grandes sacos de uvas e produtos lácteos”, revelou a responsável.
 
Segundo Sophie Sales, o restaurante não aceita, naturalmente, alimentos que já tenha sido colocados no lixo. Em vez disso, o objetivo é conseguir recolhê-los antes de as superfícies comerciais a descartarem. Também não é aceite comida que já tenha sido preparada previamente e a maioria dos produtos são doados por se encontrarem perto do prazo de validade.
 
Trata-se, portanto, de “comida que já não valia a pena por nas prateleiras [dos supermercados], visto que só poderia manter-se lá durante dois ou três dias”. “Se recebermos os alimentos no último dia antes do prazo de validade, podemos colocá-los no frigorífico ou usá-los no próprio dia”, esclareceu Sales.
 
O menu do restaurante, esse, muda regularmente, variando consoante os produtos doados. No dia da inauguração, os clientes tinham puderam escolher entre “frikadeller” (uma espécie de almôndegas dinamarquesas) com couve roxa, uma versão vegetariana deste prato tradicional da Dinamarca ou uma salada de massa. Como sobremesas, o “Rub og Stub” serviu queques de maçã com maçapão e gelado de nougat.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close