Sociedade

Reclusos vão ter tarefas nas matas nacionais

Um protocolo assinado este mês estabelece que os reclusos em regime aberto de 5 estabelecimentos prisionais vão realizar tarefas nas matas nacionais relacionadas com a reprodução de espécies florestais, aproveitamento da regeneração natural e rearbor
Versão para impressão
Um protocolo assinado este mês estabelece que os reclusos em regime aberto de 5 estabelecimentos prisionais vão realizar tarefas nas matas nacionais relacionadas com a reprodução de espécies florestais, aproveitamento da regeneração natural e rearborização das áreas ardidas.

O projeto conta os reclusos dos estabelecimentos prisionais de Alcoentre, Caldas da Rainha, Covilhã, Coimbra e Leiria, que vão desenvolver as suas tarefas nas matas de Montejunto, Abrigada, Mestras, Vimeiro, Covilhã, Serra da Estrela, Foja e Lousã.

Os reclusos serão também responsáveis pela gestão de combustíveis florestais em matas e caminhos e a preparação de terrenos, plantações e sementeiras, podendo realizar ainda trabalhos de manutenção de espaços verdes, obras, arranjos exteriores e manutenção de edifícios.

O protocolo foi assinado pela Direcção Geral dos Serviços Prisionais (DGSP) e pela Autoridade Florestal Nacional (AFN).

Conforme explicado em comunicado, à “DGSP caberá a função de seleccionar os reclusos que reúnam condições para a colocação em regime aberto e com competências para a integração no projecto. A AFN dará formação aos reclusos seleccionados e garantirá a adequada orientação e supervisão técnica dos trabalhos a realizar”.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close