Saúde

Pulmão: Análise do hálito pode detetar infeções

A análise do hálito pode identificar bactérias e possíveis infeções no pulmão. Quem o diz são investigadores da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos.
Versão para impressão
A análise do hálito pode identificar bactérias e possíveis infeções do pulmão, detetando em poucos minutos doenças como a tuberculose. O equipamento foi desenvolvido por investigadores da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos.

A equipa de investigadores testou este equipamento e concluiu que, em vez dos morosos testes que só dão resultados após várias semanas, através de uma simples amostra do hálito é possível detetar bactérias e infeções nos pulmões, diagnosticando em poucos minutos doenças como a tuberculose.

Para a realização deste estudo, os investigadores da Universidade de Vermont analisaram diversos compostos orgânicos voláteis que estão presentes no hálito. Através destes mesmos compostos, a equipa consegue identificar várias bactérias e as respetivas variedades.

Para testar os componentes, os investigadores analizaram o hálito de ratinhos portadores de duas bactérias comuns na infeção pulmonar: Pseudomonas Aeruginosa e Staphylococcus Aureus.

Após 24 horas os cientistas colheram o hálito dos ratinhos e analisaram os compostos presentes na expiração usando uma técnica que permite detetar microelementos presentes no sopro.

As diferenças que encontraram foram significativas entre os ratos portadores das bactérias e os ratos saudáveis. Além disso, foi possível diferenciar, de forma rigorosa, duas bactérias diferentes e também duas variedades da Psedomonas Aeruginosa.

A tuberculose, causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, é uma das doenças mais mortíferas do mundo. Em 2011 afetava quase nove milhões de pessoas em todo mundo tendo surgido, no mesmo ano, 400 mil novos casos, segundo a OMS.

De acordo com dados do Portal da Saúde, site promovido pelo Ministério da Saúde, em 2011 registaram-se 2.388 casos de tuberculose em Portugal, dos quais 2.231 foram novos.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close