Ambiente

Projeto português é eleito o mais sustentável da Europa

Um projeto português foi considerado, pela Comissão Europeia, a melhor solução contra as alterações climáticas. No concurso 'Um mundo que me agrada', a iniciativa 'Pastagens Semeadas Biodiversas' foi eleito o grande vencedor, por aumentar
Versão para impressão
Um projeto português foi considerado, pela Comissão Europeia, a melhor solução contra as alterações climáticas. No concurso 'Um mundo que me agrada', a iniciativa 'Pastagens Semeadas Biodiversas' foi eleito o grande vencedor, por aumentar a produtividade das pastagens e, ao mesmo tempo, reduzir as emissões de CO2, a erosão do solo e o risco de incêndio.
 
O anúncio foi feito pela Comissária Europeia para a Ação Climática, Connie Hedegaard, na cerimónio de entrega dos prémios Sustainia, em Copenhaga, na Dinamarca. “É o exemplo de como uma solução prática contra as alterações climáticas pode também poupar dinheiro e criar emprego”, referiu a responsável a propósito do projeto vencedor, promovido pela empresa Terraprima.
 
O 'Pastagens Semeadas Biodiversas' envolve mais de 1.000 agricultores portugueses e cada um deles utiliza uma mistura específica composta, no máximo, por 20 sementes, todas elas adaptadas ao solo e condições climáticas locais. Até agora, já foram semeados cerca de 50.000 hectares de pastagens desta forma, principalmente nas zonas sul e centro de Portugal, que correm um elevado risco de desertificação. 
 
As mesmas já ajudaram a armazenar mais de um milhão de toneladas de CO2 no solo, sendo também mais férteis e resistentes à erosão dos solos do que as pastagens naturais. 
 
“O facto de termos ganho o concurso significa que estamos a obter reconhecimento pelo nosso trabalho. Temos, agora, a oportunidade de aumentar a visibilidade do projecto e de obter incentivos adicionais para podermos expandi-lo para mais explorações agrícola, áreas maiores e novos países, tanto na Europa como em todo o mundo”, afirmou Tiago Domingos, fundador da empresa responsável e gestor do projecto, que irá, agora, receber um vídeo profissional e apoio para promover o projecto em toda a comunicação social europeia.
 
O vencedor do concurso foi seleccionado pelo Comité dos Prémios Sustainia, composto pela Comissária Connie Hedegaard, pelo ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger, pela ex-primeira ministra norueguesa Gro Harlem Brundtland e pelo presidente do painel sobre as Alterações Climáticas da ONU Rajendra Pachauri.
 
O concurso faz parte da campanha de sensibilização pública da Comissão Europeia 'Um mundo que me agrada com um clima de que gosto', que visa promover as soluções mais criativas, impactantes e eficazes contra as alterações climáticas.
 
Além do grande vencedor do concurso, foram também seleccionados vencedores nacionais em cada um dos cinco países participantes na campanha – Bulgária, Itália, Lituânia, Polónia e Portugal -, tendo o vencedor europeu sido, igualmente, o vencedor de Portugal.
 
Desde o seu lançamento em Outubro de 2012, a campanha já alcançou milhões de europeus, atraiu mais de 70.000 seguidores nas redes sociais e recebeu o apoio de mais de 320 organizações parceiras de toda a UE e de várias personalidades célebres, como o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon e o galardoado actor Colin Firth.

Acompanhe AQUI as inovações da empresa Terraprima, incluindo do projeto 'Pastagens Semeadas Biodiversas'.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close