Negócios e Empreendorismo

Produção de azeite alentejano aumentou 19%

Os lagares do Alentejo produziram 33 mil toneladas na última campanha olivícola, o que corresponde a um aumento de 19% em relação à anterior.
Versão para impressão
Os lagares do Alentejo, região portuguesa com a maior produção de azeite, produziram 33 mil toneladas na última campanha olivícola, o que representa um aumento de 19% em relação à anterior. Os dados foram avançados este fim-de-semana por Henrique Herculano, do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo. 
 
Os números, ainda provisórios, apontam para a apanha, na campanha de 2011/2012, de “cerca de 210 mil toneladas” de azeitona nos 165 mil hectares de olival da região. Segundo o responsável, esta é uma quantidade “ligeiramente superior” à registada na campanha anterior, quando tinham sido apanhadas “cerca de 200 mil toneladas”.
 
Henrique Herculano informou também que, a partir da azeitona apanhada, os cerca de 60 lagares alentejanos produziram “33 mil toneladas de azeite”, o que corresponde a “um aumento de 19%”.

O especialista considerou que “em termos de produção, foi uma boa campanha, com boa produtividade”, embora tenha frisado que a qualidade da azeitona que, em Outubro, era “boa”, decresceu “a partir das chuvas de Novembro”.

 
Henrique Herculano mostrou preocupação quanto à atual situação de seca que “com certeza irá afettar” a produção de azeitona na próxima campanha de 2012/2013 e, eventualmente, a seguinte. No entanto, “a extensão das quebras de produção” à campanha de 2013/2014 “dependerá muito da chuva que cair nos próximos meses”, concluiu.

[Notícia sugerida por Sofia Baptista]

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close