Sociedade

Prestação da casa não deverá subir até final de 2013

A prestação do crédito à habitação não deverá subir durante o próximo e pode até descer mais um pouco.
Versão para impressão
A prestação do crédito à habitação não deverá subir durante o próximo e pode até descer mais um pouco, contribuindo para aliviar as famílias que compraram casa e que, em 2013, vão ver reduzidos os seus rendimentos devido ao agravamento fiscal previsto no Orçamento do Estado.
 
A notícia é avançada pelo Jornal de Negócios que escreve que, mesmo sem novos cortes na taxa diretora da zona euro, a Euribor a três e a seis meses tem vindo continuamente a descer, permitindo uma poupança mensal de 17,2% (371,40 euros) em relação ao ano anterior.
 
Além disso, a previsão é a de que esta tendência de descida se mantenha, permanecendo a taxa em valores mínimos. Antes do final de 2014 este ciclo não deverá inverter-se, estimando-se que os valores estabilizem nos níveis atuais.
 
De acordo com o Jornal de Negócios poderá, no entanto, ocorrer uma pequena descida até meados do próximo ano, que, ainda assim, não deve ser superior a 1%.
 
Em 2014 a Euribor a três meses, que se encontra, neste momento, nos 0,2%, deverá ascender aos 0,4%, sendo que, apesar desta ligeira subida, será necessário esperar até 2016 para que o valor da taxa ultrapasse 1%.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close