Sociedade

Portugueses percorrem a Patagónia em bicicleta

NULL
Versão para impressão

Uma dupla de aventureiros portugueses decidiu premiar a Operação Nariz Vermelho pelo trabalho desenvolvido a distribuir sorrisos. Para isso vão percorrer a Patagónia de bicicleta, numa viagem que tem como objetivo angariar 2.200 euros para o grupo de palhaços que visitam crianças hospitalizadas por todo o país.

Filomena Gomes e Ricardo Mendes publicaram a sua ideia no site de “crowdfundig”, uma plataforma que visa apoiar projetos e financiá-los. Todos podem contribuir, basta que se tornem membros.

A Patagónia Luso-Expedition, nome que os portugueses deram à expedição, obteve até ao momento 5% do apoio necessário, como pode ver-se no site. Para conquistar o seu objetivo a dupla pretende arrecadar um euro por cada quilómetro percorrido.

Rodeados pela cordilheira dos Andes, vão atravessar a Patagónia e a conhecida Terra do Fogo, num percurso entre o Chile e a Argentina. A fazer-lhe companhia vão estar glaciares, cumes gelados e extensas planícies, tudo para chegarem à cidade austral de Ushuaia, como explicam aos quantos quiserem apoiar a ideia.

Percorrer a mesma ditância que o Doutor Palhaço

Todo o dinheiro angariado reverte para a Operação Nariz Vermelho, uma instituição de solidariedade social composta por uma equipa de palhaços profissionais que atuam em hospitais.

A missão destes doutores dos sorrisos é prestar um cuidado continuado às crianças hospitalizadas e apoiar também os familiares e profissionais de saúde. Atualmente a equipa da ONV está presente em 12 hospitais espalhados um pouco por todo o país. As cidades onde atuam são Lisboa, Coimbra, Porto e Braga.

Filomena Gomes e Ricardo Mendes não escolheram o roteiro da viagem ao acaso. Os 2200 quilómetros simbolizam a distância que cada Doutor Palhaço percorre num ano, nas suas visitas a hospitais.

“Anualmente o Doutor Palhaço percorre mais de 2000 quilómetros nos corredores dos hospitais que visita, transformando o seu itinerário em cada passo que dá e em cada sorriso que receita”, explicam no site.

Quanto ao caminho que vão percorrer ainda não têm a certeza. “O itinerário exato é difícil de pormenorizar e não passa de um rascunho porque os famosos ventos patagónicos são um fator limitador da quilometragem diária”.

Além da Patagónia Luso-Expedition, o site PPL está, neste momento, a apoiar outros projetos Destaca-se a produção de um CD para o artista Capitão Capitão, um estudo sobre uma “casa inteligente”, associada à poupança energética e ainda um pedido de apoio para a publicação de um livro infantil d'”A Formiga Juju”.

Clique AQUI para visitar o site da Patagónia Luso-Expedition.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes]  

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close