Sociedade

Portugueses pedalam 1.200 km por causa solidária

Dois portugueses vão percorrer mais de 1.200 quilómetros até Santiago de Compostela, para angariar fundos a favor da Associação Médicos do Mundo. De 27 de Julho a 12 de Agosto, pela iniciativa Rumo a Santiago, os dois aventureiros vão unir forças em
Versão para impressão
Dois portugueses vão percorrer mais de 1.200 quilómetros até Santiago de Compostela, para angariar fundos a favor da Associação Médicos do Mundo. De 27 de Julho a 12 de Agosto, pela iniciativa Rumo a Santiago, os dois aventureiros vão unir forças em prol de uma causa solidária.
 
Norberto Henriques e José Frazão são dois amigos que partilham o gosto pela prática de BTT e decidiram juntar-se para pedalar juntos na terceira edição do Projeto Rumo a Santiago. Ao longo de 1.260 quilómetros, o professor de Engenharia Informática e o militar querem angariar 1.500 euros para ajudar a Médicos do Mundo.
 
O objetivo é financiar, durante um ano, o combustível necessário para a deslocação da equipa de rua desta associação ao bairro Quinta da Fonte, na Apelação, no concelho de Loures.
 
Uma vez por semana, esta unidade móvel presta apoio medicamentoso e psicológico no bairro. Para além da distribuição de preservativos e da promoção individual de informação e educação para a saúde, o projeto encaminha ainda os beneficiários para estruturas de referência a nível social e de saúde. 

Iniciativa da Médicos do Mundo está ameaçada
 

A iniciativa está em risco de ser suspensa devido à falta de financiamento e de donativos, que se agravou com a atual conjetura social e económica do país. Apesar dos pedidos de ajuda serem cada vez mais, a intervenção da Médicos do Mundo junto de quem mais precisa começa a ser ameaçada.
 
Para evitar que isso aconteça, os dois ciclistas amadores vão percorrer os Caminhos de Santiago, em 17 etapas que serão divididas pelo Caminho do Norte, entre Epílogo a Fisterra e do Caminho Central Português até Barcelos, já no regresso a Portugal.
 
Este ano será percorrido um dos trajetos mais difíceis de até agora, nomeadamente na Rota do Caminho de Santiago da Costa. Os dois aventureiros portugueses vão ter de ultrapassar o difícil e acidentado relevo do norte de Espanha e a intransitabilidade de alguns dos troços. 
 
A expedição tem partida marcada para 26 de Julho, até Irún, onde no dia seguinte tem início a primeira etapa, até Zarautz. 

A chegada a Santiago de Compostela está prevista para 08 de Agosto e o epílogo Santiago-Muxia-Fisterra a 9 e 10 daquele mês. A 11 de Agosto, os dois portugueses voltam a Santiago de Compostela para regressar a Portugal. 

Clique AQUI para aceder ao site da iniciativa Rumo a Santiago e AQUI para aceder à página da Associação Médicos do Mundo.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close