Inovação e Tecnologia

Português vence óscar da Net com blogue “bizarro”

João Rocha foi um dos vencedores dos prémios internacionais Webby Awards, que reconhecem os trabalhos digitais mais inovadores realizados durante o ano. O português foi escolhido pelo público na categoria de "Bizarro".
Versão para impressão

João Rocha foi um dos vencedores dos prémios internacionais Webby Awards, que reconhecem os trabalhos digitais mais inovadores realizados durante o ano. O português foi escolhido pelo público na categoria de “Bizarro”, graças a um blogue feito apenas de fotografias de Kim Jong-il, falecido líder da Coreia do Norte, a “olhar para coisas”.

Online desde Outubro de 2010, o blogue “Kim Jong-il looking at things” ganhou grande notoriedade desde a morte do “Querido Líder” da Coreia do Norte, em Dezembro de 2011.

Criados em 1996, os prémios analisam todos os anos cerca de 10 mil propostas de 60 países de todo o mundo. A iniciativa é organizada pela Academia Internacional de Ciências e Artes Digitais (IADAS).

Para todas as categorias a prémio existem dois vencedores, um deles escolhido por um júri especializado do IADAS e o outro pelo público, através da internet.

Outros vencedores: Pinterest, Google+, Björk e Facebook

Os grandes vencedores da 16ª edição do concurso, na categoria Redes Sociais foram o Pinterest, nos votos do júri, e o Google+, nos votos do público.

Louis CK, um comediante norte-americano que fez um lançamento especial ligado ao espetáculo “Louis C.K. – Live at the Beach Theater”, foi reconhecido como Pessoa do Ano. O seu trabalho esteve disponível diretamente do seu site, sem qualquer tipo de restrição e por apenas 5 dólares (cerca de 4 euros).

Já a artista islandesa Björk recebeu o prémio Webby para Melhor Artista do Ano, depois de ter lançado este ano o seu novo álbum, “Biophilia”. A cantora lançou, com cada um dos temas do novo trabalho, uma aplicação para smartphone.

A aplicação de partilha de fotografias Instagram, que recentemente estabeleceu um contrato bilionário com o Facebook, foi considerada a Revelação do Ano, categoria que já reconheceu, em outros anos, redes como o Twitter (2009) ou o Flickr (2005).

Juliette Lewis e Graydon Sheppard foram as Melhor Atrizes, pelo seu protagonismo na série do YouTube “Sh*t Girls Say”.

Este ano, a competição incluiu uma nova categoria, de Conquista Especial na Mudança Social, arrebatada pelo Facebook.

Na área da informação, o Melhor Site de Notícias foi, na opinião do júri, o The Daily Beast e a BBC conquistou o prémio do público.

Da equipa de jurados do IADAS fazem parte nomes como os músicos Beck e David Bowie, Biz Stone (cofundador do Twitter), Matt Groening (autor dos The Simpsons) ou Martin Cooper (inventor do telemóvel).

Os galardões vão ser oficialmente entregues numa cerimónia a ocorrer em Nova Iorque, no dia 21 de Maio. Consulte todos os vencedores AQUI.

Para aceder ao blogue de João Rocha clique AQUI.

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close