Ambiente

Português faz expedição para testar biodiesel puro

Um docente da Universidade do Minho vai comparar biodiesel e gasóleo em diferentes prestações e condições por meio de uma viagem interoceânica entre o Brasil e o Peru. A expedição tem como objetivo testar a eficácia do uso do biodiesel automóvel.
Versão para impressão
Um docente da Universidade do Minho vai comparar biodiesel e gasóleo em diferentes prestações e condições por meio de uma viagem interoceânica entre o Brasil e o Peru. A aventura de Jorge Martins começa esta quinta-feira e tem o objetivo de testar a eficácia da utilização do biodiesel automóvel.
 
Em comunicado, a Universidade do Minho explica que a expedição envolve duas carrinhas pick-up, uma abastecida com biodiesel puro (B100) e a segunda com gasóleo. Os dois veículos vão percorrer 13.000 quilómetros entre os oceanos Atlântico e Pacífico, numa viagem de ida e volta entre as cidades de Salvador da Bahia e Ilo.
 
O B100 é 100% natural e foi produzido com óleo vegetal vindo de hospitais, restaurantes e vendedoras de acarajé – uma especialidade gastronómica da região brasileira – na Instalação Piloto de Produção de Biodiesel da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde o professor do departamento de engenharia mecânica da instituição portuguesa se encontra atualmente a fazer uma investigação sobre o uso deste combustível.
 
Durante a jornada, que deverá demorar 20 dias, com médias diárias de 700 quilómetros no Brasil e de 250 quilómetros no Peru (devido às estradas e à montanha), vão ser realizados inúmeros testes de emissões poluentes e será avaliada a prestação dos veículos para poder comparar o comportamento do biodiesel relativamente ao gasóleo. 
 
Segundo a Universidade do Minho, o propósito da travessia é “chamar a atenção para o potencial de expansão dos biocombustíveis na matriz energética brasileira através do incentivo a pesquisas neste âmbito, contribuindo para o desenvolvimento de técnicas e tecnologias sustentáveis, eficientes e inovadoras”.
 
A I Travessia Interoceânica B100 Brasil-Peru é coordenada pela Escola Politécnica da UFBA, por meio do Centro Interdisciplinar de Energia e Ambiente (Cienam) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Energia e Ambiente. A iniciativa conta com o apoio da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bioenergia.
 
Clique AQUI para visitar o blog da expedição, onde serão colocados regularmente dados atualizados sobre o desenrolar do percurso.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close