Negócios e Empreendorismo

Portugal recebe 58ME para projetos de desenvolvimento

Portugal assinou esta quarta-feira, no Palácio de Monserrate, em Sintra, o Memorando de Entendimento para os EEA Grants 2009-14. No âmbito deste programa, Portugal vai receber 58 milhões de euros para projetos de desenvolvimento económico e social.
Versão para impressão

Portugal assinou esta quarta-feira, no Palácio de Monserrate, em Sintra, o Memorando de Entendimento para as bolsas EEA 2009-14. No âmbito deste programa de financiamento, Portugal vai receber 58 milhões de euros para projetos de desenvolvimento económico e social.

Podem concorrer a estas bolsas Organizações Não Governamentais, instituições académicas e de pesquisa, e outras entidades do setor público ou privado. As bolsas de âmbito cultural também estão abertas a candidatos individuais. As candidaturas abrem já esta Primavera.

Os EEA Grants são financiados conjuntamente pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, oferecendo fundos para projetos de desenvolvimento económico e social em 15 países europeus. A Noruega contribui com cerca de 95% do total do financiamento.

Em Portugal, os EEA Grants 2009-14, disponibilizam o valor de 58 milhões de euros que serão destinados a projetos na área da Gestão Marítima e Costeira, Energias Renováveis, Alterações Climáticas, Sociedade Civil, Saúde Pública, Género, Herança Cultural e Fundo de intercâmbio cultural, sendo que a maioria dos fundos são orientados para os programas de Gestão Marítima e Costeira, Saúde Pública e Sociedade Civil.

O principal objetivo dos EEA Grants é contribuir para uma Europa mais coesa e igualitária, sendo estes fundos destinados a todas as organizações legalmente constituídas – entidades públicas ou privadas. O outro objetivo principal é fortalecer cooperação bilateral entre os países doadores e o país beneficiário.

Na cerimónia de assinatura do Memorando, a Ministra da Agricultura, Assunção Cristas, esteve em representação de Portugal e os países doadores estiveram representados pelo Embaixador da Noruega em Portugal, Ove Thorsheim e pelo Embaixador da Islândia, Kristjan Andri Stefansson.

Na temporada anterior, os fundos dos EEA Grants investiram 31 milhões de euros em Portugal. A Rota das Linhas Defensivas de Torres, a Monitorização em tempo real da área do Canhão Submarino da Nazaré e a exploração de sistemas agroflorestais na margem esquerda do Rio Guadiana foram alguns dos projetos financiados por estas bolsas.

Clique AQUI para aceder ao site das EEA Grants e saber como concorrer.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close