Gastronomia

Portugal distinguido com dois ‘óscares’ da gastronomia

A Academia Internacional de Gastronomia distinguiu o livro 'À Mesa em Mação' e o chef David Jesus, do restaurante Belcanto, com o Prémio de Literatura Gastronómica e Prémio Chef do Futuro, respetivamente.
Versão para impressão
A Academia Internacional de Gastronomia distinguiu o livro 'À Mesa em Mação' e o chef David Jesus, do restaurante Belcanto, com o Prémio de Literatura Gastronómica e Prémio Chef do Futuro, respetivamente. 
 
Na última edição daqueles que são mais importantes prémios da gastronomia mundial, Portugal foi duplamente reconhecido, com um livro e um chef a constarem da lista de referências daquela entidade internacional. 

O anuncio foi feito esta semana, após a Assembleia Anual da Academia Internacional de Gastronomia, na última semana de Janeiro, em Paris. Para receber o 'Prix de la Littérature Gastronomique' (Prémio de Literatura Gastronómica), o júri elegeu a obra de Armando Fernandes, cujo título é 'À Mesa em Mação –  Carta Gastronómica'. 
 
Segundo a Academia Portuguesa de Gastronomia, citada pela Câmara Municipal de Mação, o livro impressionou “os jurados pela profundidade do estudo gastronómico-social-antropológico de grande valor científico e cultural”. O mesmo foi lançado em 2012 pela autarquia e contempla os principais sabores e saberes da gastronomia do concelho de Mação.
 

A obra é resultado de um “acurado trabalho de pesquisa junto da população, sobretudo dos habitantes mais antigos, fonte privilegiada de saber”. O objetivo era “perceber o que se comia antigamente, no dia-a-dia e nos dias de festa, através da recolha de muitas dezenas de receitas de norte a sul do concelho”. 
 
A ideia surgiu como uma “necessidade de reforçar a identidade daquele território e, acima de tudo, como uma forma de preservar aquilo que foi ciado pelos antepassados, desde as panelas de barro ou ferro com os produtos que tinham à sua disposição”. 

Destaque ainda para os produtos oferecidos por aquela região e que são “fatores determinantes para a criação dos pratos que sempre se comeram nas mesas dos maçaenses, distinguindo-os de outras regiões”.
 
“Este é um momento de enorme orgulho e extrema satisfação para Mação e todos os Maçaenses”, refere Vasco Estrela, presidente da Câmara Municipal de Mação. “Este é, sem dúvida, um reconhecimento justo de um intenso trabalho de pesquisa, de infinitas conversas com os mais antigos, aqueles que realmente sabem as verdadeiras e autênticas receitas do passado que fazem da nossa gastronomia uma gastronomia ímpar.”
 
Para além de Armando Fernandes e da sua obra gastronómica, também David Jesus, chef do restaurante Belcano, em Lisboa, levou Portugal ao mais alto nível da gastronomia internacional. O “jovem talentoso e dedicado” foi distinguido com o Prix Chef de l'Avenir (Prémio Chefe do Futuro), pela “responsabilidade que tem de, diariamente, apresentar a mais sofisticada e interessante cozinha portuguesa”. 
 
A Academia Internacional de Gastronomia, citada na página do Facebook de José Avillez, proprietário do Belcano, diz ainda que a equipa que forma com David Jesus “constitui um exemplo extraordinário de capacidade criativa baseada, sempre, em produtos, receitas e hábitos nacionais, sendo o seu trabalho altamente reconhecido interna e externamente”. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close