Mundo

Portugal abre sessão em Wall Street

O Dia de Portugal na Bolsa de Nova Iorque, em Wall Street, surge no "momento certo" para tranquilizar investidores internacionais em relação ao mercado português. O "Portuguese Day" teve o seu momento alto com o tradicional tocar do sino de abertura
Versão para impressão
O Dia de Portugal na Bolsa de Nova Iorque, em Wall Street, surge no “momento certo” para tranquilizar investidores internacionais em relação ao mercado português. O “Portuguese Day” teve o seu momento alto com o tradicional tocar do sino de abertura do mercado pelo ministro das Finanças português, Teixeira dos Santos.

“Os próximos dois dias dão-nos a oportunidade para ter as empresas e os responsáveis como o ministro para contar a história de Portugal, para que os investidores possam sair daqui com factos, em vez de opiniões imprecisas”, defendeu o presidente da bolsa de Nova Iorque (NYSE Euronext), Duncan Niederauer.

Contrariar o desconhecimento e a ideia de que Portugal está numa situação crítica semelhante à da Grécia foi outro dos objetivos. Dar sinais de acalmia aos investidores e apresentar os planos para o futuro e angariar apoios foram outras das metas que a comitiva portuguesa quis levar à Bolsa nova-iorquina.

O “Portuguese Day” em Wall Street foi organizado pela Euronext Lisbon e Banco Espírito Santo Investment. A acompanhar o ministro Teixeira dos Santos estiveram também presentes alguns dos principais executivos de empresas portuguesas.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close