Fitness & Bem-estar

Porto recebe workshop de dieta ‘paleolítica’

O workshop 'PaleoDieta' realiza-se dia 02 de Maio, com a presença do especialista Carlos Perez, na Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto. Este workshop é aberto e destinado ao público em geral.
Versão para impressão

O workshop 'PaleoDieta' realiza-se dia 02 de Maio, com a presença do especialista Carlos Perez, na Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto. Este workshop é aberto e destinado ao público em geral. 

O workshop vai decorrer entre as 09h e as 18h e tem um custo de 90 euros que inclui um diploma de participação com as horas totais da formação. 

A formação vai abordar temas como a diferença entre saúde e doença, a importância do intestino,  macronutrientes (gorduras, proteínas, hidratos de carbono), micronutrientes, mitos da nutrição, a alimentação e a felicidade e, ainda, um plano de PaleoReceitas.
 

Em comunicado de imprensa ao Boas Notícias, o Dr. André Dourado, especialista em Naturopatia e diretor da EMAC – Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto – defende que estes critérios de alimentação podem melhorar a vida das pessoas. 

“Os bons resultados desta dieta devem-se à redução do consumo de farinhas, lacticínios, açúcar (e outros processados) e aumento da ingestão de fibras e alimentos 'vivos'. Não existem contra-indicações para adoptar esta dieta. Apenas é necessária uma reeducação alimentar, procura pela variedade e ter acompanhamento  de um especialista nas primeiras fases”, afirma.

Esta dieta, que surge como um verdadeiro estilo de vida para muitas pessoas, tem já um séquito de fãs por todo o mundo, inclusive personalidades famosas, que são praticantes da mesma diariamente.

Muitas pesonalidades conhecidas do público aderiram à 'Paleodieta', como Eva la Rue (CSI: Miami), Uma Thurman, Jessica Biel, Megan Fox, Matthew McConaughey, Miley Cyrus, entre outros.

A dieta do Paleolítico baseia-se na dieta dos nossos antepassados, do primeiro homo sapiens, entre 150 mil até 10 mil anos atrás, e consiste numa alimentação rica em proteínas e fibras, sem comidas processadas.

Os defensores desta dieta afirmam que previne excesso de peso, aumenta o bem-estar gastro-intestinal, diminui o risco de desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares, além de proporcionar uma maior sensação de energia, bem-estar e equílibrio de humor.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close