Cultura

Porto deu abraço coletivo ao Teatro São João

O Teatro Nacional de São João no Porto foi ontem palco de uma manifestação pacífica que contou com a participação de centenas de pessoas, incluindo personalidades da vida cultural, que deram um abraço coletivo ao Teatro que está em risco de perder a
Versão para impressão
O Teatro Nacional de São João no Porto foi ontem palco de uma manifestação pacífica que contou com a participação de centenas de pessoas, incluindo personalidades da vida cultural, que deram um abraço coletivo ao Teatro que está em risco de perder a sua autonomia quando se fundir com a OPART e for gerido a partir de Lisboa.

No protesto ouviam-se palavras de ordem como “É nosso!” gritadas por anónimos, elementos da equipa de bastidores do São João, e personalidades conhecidas da vida cultural desde João Reis, Mário Laginha ou Manuela Azevedo, bem como representantes de instituições da cidade, da Casa da Música e outras companhias teatrais que fizeram questão de mostrar a sua solidariedade.

“Pensar que este corpo perfeito, que tem uma cabeça que pensa bem, em que todos os membros funcionam ao mais ínfimo sinal, de repente vai ser desmembrado, com a cabeça a ir calhar não sei onde, com membros desse corpo a ser amputados com os cortes que se anunciam… E tudo isto para quê?”, questionou Manuela Azevedo citada pelo Expresso.

A vocalista dos Clã, fã confessa do Teatro Nacional S. João, referiu que esta medida representa um retrocesso de décadas na cultura em Portugal.

“O São João é do Porto, pertence ao Porto”, defendeu por fim o músico Mário Laginha.

Em baixo pode ver um vídeo do abraço coletivo ao Teatro Nacional São João.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close