Negócios e Empreendorismo

Porto de Lisboa destacado num artigo da Condé Nast

Uma foto de Alfama, com o Tejo e o porto de Lisboa ao fundo, onde se vê um luxuoso navio cruzeiro da empresa norueguesa Azamara Crises, ilustra um artigo que vem em destaque na newsletter desta semana da prestigiada revista Condé Nast Traveler.
Versão para impressão

Uma foto de Alfama, com o Tejo e o porto de Lisboa ao fundo, onde se vê um luxuoso navio cruzeiro da empresa norueguesa Azamara Crises, ilustra um artigo que vem em destaque na newsletter desta semana da prestigiada revista Condé Nast Traveler.

A crescente procura da capital portuguesa como destino para este segmento de atividade turística é confirmada num artigo publicado esta semana na Condé Nast, onde a jornalista Carolyn Spencer Brown faz uma recensão das vantagens e desvantagens deste tipo de turismo.

No texto, a jornalista aponta as medidas que as companhias de cruzeiro devem adotar para melhorar os seus serviços: apostar em estadias mais prolongadas nas cidades, uma melhor oferta ao nível da restauração, oferecer mais atividades e excursões ou visitas temáticas nos países visitados e reforçar as questões de segurança (sobretudo na sequência do acidente do Costa Concordia, em Itália).

No que se refere ao primeiro ponto – apostar em estadias nas cidades portuárias deixando tempo aos turistas para explorar os destinos por onde passam – a jornalista dá como exemplo a empresa Azamara Cruises “cujos itinerários de cruzeiros estão desenhados para oferecer mais estadias nas cidades do que quaisquer outros”.

Para  ilustrar esta afirmação, Carolyn Spencer Brown escolheu uma fotografia de um navio da empresa atracado no porto de Lisboa, com vista a partir de Alfama. Aliás, basta fazer uma pesquisa por “Lisboa” no site da Azamara Cruises para perceber que a capital portuguesa é um destino incluído e recomendado em diversos itinerários da empresa.

Cada vez mais navios e turistas

Os portos portugueses têm vindo a registar, nos últimos anos, um aumento de movimento de cruzeiros. Depois de, em 2011, se terem efetuado 850 escalas de navios movimentando mais de 1,2 milhões de passageiros, os dados recolhidos até Novembro deste ano indicam que esses números recorde serão ultrapassados em todos os portos (exceção feita ao porto de Portimão, prejudicado pelas greves portuárias).

Só em 2012, o porto de Lisboa deverá receber cerca de 560 mil passageiros em navios de cruzeiro, o que representa uma nova meta do porto da capital. Já no ano passado, tinha sido atingido outro recorde de passageiros de navios de cruzeiro em Lisboa, com um total de 502.644 pessoas a desembarcarem: um aumento 12% relativamente a 2010.

Clique AQUI para consultar o artigo destacado na newsletter da Condé Nast.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close