Em Destaque Sociedade

Polícia Marítima portuguesa resgata 34 migrantes no mar Egeu

Os migrantes estavam num bote de borracha, que navegava condicionado pela falta de visibilidade, de acordo com a Marinha
Versão para impressão

Trinta e quatro migrantes, entre os quais 12 crianças, foram resgatados na terça-feira no mar Egeu pela equipa da Polícia Marítima portuguesa, em missão na ilha grega de Lesbos, divulgou a Marinha.

“O bote, no qual seguiam 12 crianças, das quais um bebé, oito mulheres e 13 homens, foi detetado pela Viatura de Vigilância Costeira (VVC) da Polícia Marítima, que passou de imediato as coordenadas para a equipa em patrulha no mar”, adiantou a Marinha.

A Polícia Marítima “resgatou todos os migrantes, transferindo-os em segurança para bordo da sua embarcação, onde forma transportados para o porto de Skala Skamineas”.

Integrada na operação POSEIDON 2017/2018, a Polícia Marítima “já detetou e retirou a salvo das águas do Mar Egeu 1.042 migrantes de diferentes nacionalidades que, neste fluxo migratório irregular e arriscado por via marítima, tentam entrar na Europa numa travessia entre a Costa da Turquia e da Grécia”.

A Polícia Marítima encontra-se integrada na operação POSEIDON, sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à guarda-costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda-costeira europeia.

Lusa

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close