Cultura

Pequim: Festival exibe filme de Manoel de Oliveira

"O Estranho Caso de Angélica", a mais recente longa-metragem realizada por Manoel de Oliveira, é o único filme de um autor português incluído na programação do 1º Festival Internacional de Cinema de Pequim, agendado para abril. 
Versão para impressão
[Fotografia promocional do filme “O Estranho Caso de Angélica”]

“O Estranho Caso de Angélica”, a mais recente longa-metragem realizada por Manoel de Oliveira, é o único filme de um autor português incluído na programação do 1º Festival Internacional de Cinema de Pequim, agendado para abril.

Cerca de 100 filmes estrangeiros – cinco vezes mais do que a quota anual de importação em vigor na China – vão ser exibidos no certame, entre os dias 23 e 28 de abril, noticia a agência Lusa.

É “um festival sem prémios” que pretende servir como “plataforma de cooperação” entre produtores, académicos e animadores de certames idênticos.

Entre os filmes já anunciados, e ainda sem distribuição legal na China, figuram “Cisne Negro”, “A Rede Social”, “127 Horas” e “O Indomável”, todos nomeados para a edição dos Óscares deste ano.

O Festival, organizado pela Administração Estatal da Rádio, Cinema e Televisão e o governo municipal de Pequim, assume-se como uma iniciativa “inovadora, aberta e orientada para o mercado”.

[Notícia sugerida pela utilizadora Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close