Sociedade

Novas regras para o crédito à habitação em vigor

A partir desta segunda-feira, os bancos são obrigados a prestar mais informação sobre o crédito à habitação. As novas obrigações, passam por comunicar aos clientes, com 15 dias de antecedência, as alterações na taxa de juro do crédito à habitação. Po
Versão para impressão
A partir desta segunda-feira, os bancos são obrigados a prestar mais informação sobre o crédito à habitação. As novas obrigações, passam por comunicar aos clientes, com 15 dias de antecedência, as alterações na taxa de juro do crédito à habitação. Por outro lado, a ficha de Informação para simulação do crédito passa a ser igual para todos os bancos.

As novas regras do crédito à habitação entram hoje em vigor o que, segundo o Banco de Portugal (http://www.bportugal.pt ), vai aumentar a transparência da informação prestada aos clientes bancários sobre a prestação da casa.
 
A obrigatoriedade de as instituições informarem os clientes de alterações à prestação com 15 dias de antecedência ou o envio de um extrato mensal com informação sobre o crédito são algumas das novas exigência que todos os bancos têm de cumprir a partir de hoje.

“As regras (…) reforçam os deveres de informação que os bancos são obrigados a cumprir no crédito à habitação”, de acordo com o Banco de Portugal na brochura sobre as novas regras disponível no Portal do Cliente Bancário.

Uma Ficha de Informação Normalizada (FIN) onde são descritos os produtos financeiros que podem vir a ser contratualizados e os planos financeiros associados a esses produtos tem de ser entregue pelos bancos aos clientes logo no momento da simulação do crédito.

Os clientes terão ainda acesso a uma minuta do contrato para analisarem em casa antes de finalizarem o acordo, de onde constam todas as condições do empréstimo, mesmo as implicações em caso de incumprimento.

Ainda do contrato, passa a ser obrigatório constar o ´spread` (margem de lucro do banco) contratualizado pelo cliente, normalmente associado a outros produtos financeiros conexos ao empréstimo à habitação (cartão de crédito, seguro) e o ´spread` base caso o cliente venha a prescindir desses produtos.

Na brochura divulgada no Portal do Cliente Bancário, o Banco de Portugal pede ainda aos clientes bancários que na altura de fazerem um empréstimo tenham não só em atenção o valor da prestaçção mensal mas o custo total do crédito.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close