Negócios e Empreendorismo

Nova tecnologia refrigera bebidas em 45 segundos

A nova tecnologia Rapidcool, que refrigera em apenas 45 segundos, promete tornar os dias de calor mais "frescos" ao mesmo tempo que poupa energia e o ambiente.
Versão para impressão
Quantas vezes desejou que o vinho branco ou a cerveja demorassem menos tempo a refrescar? A nova tecnologia Rapidcool, que refrigera em apenas 45 segundos, promete tornar os dias de calor mais “frescos” ao mesmo tempo que poupa energia e o ambiente. 

Este projeto inovador apoiado por fundos da União Europeia ajuda a reduzir o consumo de energia na refrigeração de bebidas (em pontos de venda ou em ambientes domésticos), permitindo economizar dinheiro em energia e reduzir o impacto ambiental.

O Rapidcool consiste numa tecnologia de arrefecimento rápido com baixo consumo energético, que permite às bebidas pré-embaladas serem armazenadas à temperatura ambiente e refrigeradas em menos de um minuto. 
 

 
Em toda a Europa, estima-se que os frigoríficos e congeladores comerciais consumam 85 TWh de eletricidade por ano, o equivalente às necessidades energéticas de 20 milhões de famílias. 
 
80% de poupança energética

O sucesso da tecnologia V-Tex, da Rapidcool, agora patenteada, reside no modo como consegue centrifugar a bebida a alta velocidade sem causar o efeito de efervescência do gás depois de ser aberto. Esta centrifugação causa um efeito que foi batizado de 'Vortex Rankin' e que acelera a refrigeração dos líquidos sem prejudicar a sua composição.

O Rapidcool promete o arrefecimento de bebidas e garrafas até 4ºC em 45 segundos ou menos. Nos estabelecimentos comerciais, os resultados traduzem-se em 80% de poupança energética, comparativamente a alguns refrigeradores com vitrina aberta, e 54% de poupança em  refrigeradores de porta de vidro (valores baseados em refrigeração de 200 latas x 500ml por dia).

Em custos de eletricidade, a poupança ronda os 832 euros por frigorífico por ano, comparativamente aos tradicionais refrigeradores de vitrina aberta, e 219 euros relativamente a refrigeradores de porta de vidro (considerando o preço da eletricidade a 0,20 euros/kWh).

 
Este conceito foi desenvolvido pela empresa britânica Enviro-Cool Limited que recebeu um financiamento europeu de 903.000 euros para apoiar o progresso do conceito até à sua produção comercial. O resultado traduz-se numa tecnologia de ponta que alcança a eficiência energética e tempos de arrefecimentos ultrarrápidos.
 
Teste junto do consumidor em Outubro
 
Os testes destinados aos consumidores estão planeados para começarem num supermercado da Holanda no final de Outubro. Em andamento está a disponibilização de uma gama de produtos destinada a uso doméstico e outra para uso comercial. Estes produtos poderão ser usados em casa, no local de trabalho, bares, restaurantes e hotéis para o arrefecimento de diversas bebidas, desde latas de 150ml a garrafas de vinho de 750ml. 
 
O consórcio do Rapidcool, liderado pela Vending Markting, uma empresa eslovena de design de máquinas de vending, é ainda composto por vários parceiros industriais e académicos: a Enviro-Cool (Reino Unido), a Dymtec (Espanha), a Re/genT (Holanda) e o UK Inteliigent Systems Research Institute (Reino Unido).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close