Saúde

Nova técnica ajuda bebés prematuros

Através da drenagem e da introdução de novos fluídos cerebrais, os investigadores da Universidade de Bristol, em Inglaterra, esperam reduzir o risco de danos cerebrais e morte por hemorragia cerebral em bebés prematuros.
Versão para impressão
Através da drenagem e da introdução de novos fluídos cerebrais, os investigadores da Universidade de Bristol, em Inglaterra, esperam reduzir o risco de danos cerebrais e morte por hemorragia cerebral em bebés prematuros.

O novo procedimento médico, denominado “drift”, foi testado em 77 bebés prematuros e mostrou-se mais eficaz que os tratamentos tradicionais. Ian Pople, um dos líderes da pesquisa, afirmou à BBC que “esta é a primeira vez que qualquer tratamento, em qualquer lugar do mundo, mostrou benefícios para estes bebés tão vulneráveis”.

Isaac Walker-Cox, hoje com 9 anos, foi um dos primeiros bebés a ser submetido à nova técnica. Tendo apenas 1% de hipóteses de sobreviver quando nasceu, o menino leva atualmente uma vida normal, apesar de sofrer de uma leve paralisia no lado esquerdo do corpo.

“Ele não tem nenhum problema mental, a sua média de leitura está acima do normal e ele é muito bom com computadores. Ele leva a vida normalmente e é um menino exapnsivo e feliz”, referiu a mãe de Isaac.

Recorde-se que a hemorragia cerebral é uma das principais causas de morte entre os bebés prematuros.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close