Inovação e Tecnologia

Nova prótese biónica de mão é controlada pelo cérebro

Uma equipa de investigadores da Universidade Médica de Viena, na Áustria, desenvolveu uma prótese que pode ser controlada através do cerébro. Desta forma, os pacientes poderão ganhar mais autonomia.
Versão para impressão
Uma equipa de investigadores da Universidade Médica de Viena, na Áustria, desenvolveu uma prótese de mão que é controlada através do cerébro. Desta forma, os pacientes ganham mais autonomia recuperando alguns movimentos que tinham perdido.

No ser humano, os movimentos da mão e do braço são controlados plexo braquial, um conjunto de nervos alimentado por cinco “raízes” localizadas na coluna lombar. Quando alguma destas raízes é afetada, as funções e a sensibilidade da mão ficam comprometidas. 

De acordo com Oskar Aszmann, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da nova prótese, esta nova solução “envolve atividades neuromusculares complexas, que criam uma interface interativa entre humanos e máquinas”.

“Antes do tratamento, é preciso fazer uma exploração rigorosa do estado da função da mão ou do braço, bem como dos seus nervos”, para saber se se podem reaproveitar, explica o investigador em comunicado.

Reciclagem de músculos

“Se a resposta for positiva, é retirado um pedaço de músculo da região da coxa, que é transplantado no antebraço. O músculo vai atuar como um amplificador para os nervos restantes”, prossegue Oskar.

O investigador adianta que “a contração do músculo cria sinais elétricos, que se convertem em força. Estes sinais e esta força são usadas para controlar a mão”. 

Antes da operação, o paciente tem fazer uma formação para aprender como manusear a sua prótese através da interface eletrónica. A nova prótese já foi testada, com sucesso, em três pacientes. 

“Para os pacientes é um grande benefício usar as duas mãos de forma autónoma, permitindo-lhes ficar aptos para o trabalho e serem completamente independentes na sua vida diária”, reforça Oskar, acrescentando ainda que, com esta inovação, a 'dor fantasma' desparece com a colocação desta prótese biónica.

Esta inovação foi testada pela primeira vez em 2009, tendo sido desenvolvida até ao momento. Atualmente está a ser usada na Universidade Médica de Viena para substituir membros que foram amputados.

 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close