Ciência

Nova esperança no combate ao verme do pinheiro

Investigadores franceses descobriram pela primeira vez, numa maçã podre, um nemátodo atacado por uma infeção viral. A investigação publicada na revista científica PLoS pode trazer uma nova luz a longo prazo sobre como se pode combater esta infeção no
Versão para impressão
Investigadores franceses descobriram pela primeira vez, numa maçã podre, um nemátodo atacado por uma infeção viral. A investigação publicada na revista científica PLoS pode trazer uma nova luz a longo prazo sobre como se pode combater esta infeção nos pinheiros em Portugal.

De acordo com a RTP, a possibilidade de este verme ser infetado com um vírus pode ser muito importante para diversos estudos biológicos, já que permite conhecer com mais pormenor as formas de interação entre vírus e hospedeiros.

Na última década, Portugal tem sofrido prejuízos na ordem dos milhares de euros relacionados com a praga do nemátodo.

Atualmente a forma mais eficaz de combate ao nemátodo é o abate e queima das árvores infetadas antes do início do período de voo do inseto-vetor.

O nemátodo da madeira do pinheiro (Bursaphelenchus xylophilus) é um verme microscópico que ataca pinheiros e outras árvores resinosas. É transmitido às árvores por um inseto-vetor e, por esse motivo, a sua dispersão acontece apenas durante o período de voo do inseto, de abril a outubro.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close