Ambiente

Nova bicicleta portuguesa feita com restos de madeira

A Angel é uma bicicleta feita de desperdícios de madeira industriais, totalmente reciclável e amiga do ambiente. Desenhado e produzido por portugueses, este original veículo pretende promover a mobilidade sustentável, desde a sua produção até às mãos
Versão para impressão
A Angel é uma bicicleta feita de desperdícios de madeira industriais, totalmente reciclável e amiga do ambiente. Este original veículo desenhado e produzido por portugueses pretende promover a mobilidade sustentável, desde a sua produção até às mãos do consumidor.

por Márcia Moço

Com este projeto, José Nuno Amaro, o português que desenvolveu este conceito em parceria com a Universidade do Minho, sonha criar “uma nova forma de interpretar o conceito de bicicleta”, através de uma produção com base no reaproveitamento. “Isso será motivo de forte satisfação e de um orgulho enorme”.

Com apenas 30% de componentes em alumínio e ferro, a bicicleta de madeira foi pensada para desenvolver “uma forte componente ambiental, com a reciclagem em grande destaque”.

José Nuno Amaro (o ex-futebolista profissional que assina com o nome artístico Nuno!Zamaro), contou ao Boas Notícias que o modelo está a ser aperfeiçoado para que, ainda no final deste ano, seja lançada uma versão construída com 95% de materiais recicláveis.
 
A Angel pode ser personalizada ao gosto de cada pessoa

O projeto Angel pode ainda vir a criar novos modelos, como a construção de uma versão em cortiça ou a adaptação de um motor elétrico. A Cork Angel, um modelo construído com a casca da árvore do sobreiro, é uma das ideias de José Nuno Amaro que ainda tem de ser mais estudada para garantir “que tem a mesma ou, até mais, resistência da bicicleta de madeira, ou mesmo da bicicleta convencional”.

Uma das características mais inovadoras da Angel é que pode ser decorada de acordo com o estilo e gosto de cada pessoa. Por ser de madeira, “todos os que adquirirem a sua Angel poderão personalizá-la”, explica Nuno Amaro.

Para além de ser aliciante para os consumidores, esta característica pode ser vantajosa para designers e produtores que podem costumizar a Angel à sua medida. “Por esse motivo, há particular interesse em, num futuro próximo, desafiar designers portugueses e estrangeiros a criarem a sua própria versão da bicicleta”, revela José Nuno Amaro.

“Queremos também, ainda em 2013, surpreender o mercado com alguns projetos inovadores, como é o caso da Mini-Angel, um modelo para crianças que se revelará muito divertido e que poderá ser conhecido em breve”, conta o empreendedor de 43 anos.

Projeto 100% português conquista fãs pelo mundo

Image and video hosting by TinyPic

[© Wise U – Com 43 anos, o ex-jogador de futebol profissional tem-se dedicado a projetos na área da mobilidade sustentável]

O protótipo da Angel foi apresentado esta semana e já conta com vários países interessados em aderir a esta ideia. A agência Wise U, responsável pelo projeto, foi contactada por vários países, entre eles dois africanos e um da América Central, que se mostraram “interessados em construir as suas próprias fábricas de bicicletas” da marca portuguesa.

Versão social da bicicleta vai custar apenas 99 euros

A entrada no mercado português está prevista para o final deste ano, com uma série especial da Angel. O preço inicial de venda vai rondar os 350 e os 400 euros, mas o grupo português refere que, “a curto prazo, o objetivo principal é o lançamento da Global Social Bike, um produto mais acessível e igualmente inovador, à venda por apenas 99 anos”.
 

A ideia de uma bicicleta de madeira surgiu em 2008 com a necessidade de desenvolver “um produto inovador”, totalmente português, que desse vida ao projeto BUTE, que também foi desenvolvido por José Nuno Amaro em conjunto com a Universidade do Minho, para promover a mobilidade sustentável.

O BUTE – Bicicleta de Utilização Estudantil permite aos alunos universitários ter um transporte prático e eficiente, a custo zero. O projeto atribui uma bicicleta gratuita aos estudantes, exigindo apenas uma utilização obrigatória de, no mínimo, um dia por semana, dentro e fora do campo universitário. A ideia foi distinguida em 2007 com o Prémio Nacional de Mobilidade.

Clique AQUI para saber mais sobre este projeto.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close