Ambiente

Nasceram dois linces ibéricos em Silves

Nasceram no domingo de Páscoa as duas primeiras crias do Centro de Reprodução e Cativeiro do Lince Ibérico de Silves, no Algarve. Este é um sinal claro do bem estar dos animais do centro, explicou o diretor, Rodrigo Serra, ao Boas Notícias. Com as
Versão para impressão
[Foto: Lusa]

Nasceram no domingo de Páscoa as duas primeiras crias do Centro de Reprodução e Cativeiro do
Lince Ibérico de Silves, no Algarve. Este é um sinal claro do bem estar
dos animais do centro, explicou o diretor, Rodrigo Serra, ao Boas Notícias. Com as novas crias, Silves passa a contar com 18
linces ibéricos.

A mãe dos dois linces bebés, Azahar, foi o primeiro lince a chegar ao centro em outubro do ano passado. Entre novembro e dezembro o centro recebeu mais 15 linces, entre eles três fêmeas “adolescentes”. Com as novas crias, Silves passa a contar com 18 linces ibéricos.

O diretor do centro de Silves, Rodrigo Serra, salienta a importância destes nascimentos já que Azahar é a única fêmea adulta com capacidade reprodutiva e, quando estava em Espanha de onde foi transferida, já tinham tentado a sua reprodução mas sem sucesso.

“Este é o sinal mais claro do bem estar dos linces já que os animais selvagens só desenvolvem a sua capacidade reprodutiva em cativeiro quando estão a gostar do sítio onde estão, quando se sentem bem tratados e felizes”, explicou ao Boas Notícias.

O responsável acrescenta ainda que o lince ibérico tem apenas uma época de reprodução, em janeiro, pelo que foi importante para o centro ter conseguido aproveitar esta primeira oportunidade de reprodução.

Por enquanto os técnicos de Silves não sabem o sexo das crias que se encontram numa das caixas do cercado do centro. O nascimento foi observado através de câmaras e nos próximos 30 dias os profissionais do centro não vão interferir fisicamente para que evitar o risco de Azahar rejeitar os filhotes.

Os dois linces são filhos da fêmea Azahar e do macho Drago. Azahar tem cinco anos e foi o primeiro lince a chegar a Portugal, a 16 de Outubro de 2009. Drago chegou a Portugal a 17 de Novembro, também vindo de Espanha.

O Centro de Reprodução do Lince-ibérico é um dos instrumentos estratégicos do Plano de Acção para a Conservação do Lince-ibérico, pretendendo-se que contribua, em articulação com os centros homólogos de Espanha, para o estabelecimento de uma população de lince-ibérico estável. No total, estima-se que existam hoje apenas cerca de 300-350 linces-ibéricos.

[notícia sugerida pelas utilizadoras Andreia Leoa e Teresa Alves]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close