Ciência

NASA volta a destacar fotografia de português

A NASA voltou, na sexta-feira, a destacar um trabalho do astrofotógrafo português Miguel Claro. As duas fotografias publicadas no famoso site "Astronomy Picture of the Day", gerido por dois astrónomos profissionais.
Versão para impressão
A NASA voltou, na sexta-feira, a destacar um trabalho do astrofotógrafo português Miguel Claro. As duas fotografias publicadas no famoso site “Astronomy Picture of the Day”, gerido por dois astrónomos profissionais da agência espacial norte-americana, apresentam ao mundo uma nova técnica fotográfica desenvolvida pelo português na Reserva Dark Sky Alqueva, no Alentejo.

Esta é a 7.ª vez que o site “Astronomy Picture of the Day” seleciona fotografias da autoria de Miguel Claro para “Imagem do Dia”. De acordo com um comunicado enviado ao Boas Notícias, o astrofotógrafo explica que o mais recente trabalho a brilhar na NASA “permitiu demonstrar, numa imagem real, o movimento de 'precessão' do planeta Terra”.

As fotografias revelam, portanto, “num 'startrail' inédito, aquela que será a próxima 'estrela polar' dentro de 12.000 anos, a estrela Vega”, acrescenta Miguel Claro, que admite que voltar a ver um dos seus trabalhos reconhecido pela NASA é motivo de “grande prazer”.

“Dentro de apenas 12.000 anos, Vega vai ser a estrela do Norte, a estrela mais próxima do pólo Norte celeste do nosso planeta”, escreve a agência espacial norte-americana na legenda das fotografias de Miguel Claro, esclarecendo que, embora, neste momento, a estrela do Norte seja a estrela Polaris, tal vai mudar “com a precessão do eixo de rotação da Terra”.

“Se a sua câmara está pronta agora e não quer esperar 12.000 anos até que Vega esteja em posição, considere esta demonstração engenhosa” de Miguel Claro, que “combinou a rotação de duas bases para câmaras com o objetivo de criar a mudança aparente no pólo Norte celeste”, sugere a NASA.

O site “Astronomy Picture of the Day” foi lançado em 1995 pelos astrónomos norte-americanos Robert Nemiroff e Jerry Bonnell. Desde então, todos os dias é partilhada, na plataforma, uma fotografia “do nosso fascinante universo”.

Atualmente, o APOD, gerido pela agência espacial norte-americana e pela Universidade Tecnológica do Michigan, nos EUA, conta com a maior coleção organizada de fotografias astronómicas disponível na Internet.

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close