Espetáculos e Exposições

Miserere no Teatro Nacional Dona Maria II

O Auto da Alma e outros textos de Gil Vicente deram origem ao espetáculo "Miserere", uma peça que aborda a religião cristã como símbolo e onde a cerimónia religiosa passa da igreja para o palco e revela a sua violência num mundo profundamente
Versão para impressão
O Auto da Alma e outros textos de Gil Vicente deram origem ao espetáculo “Miserere”, uma peça que aborda a religião cristã como símbolo e onde a cerimónia religiosa passa da igreja para o palco e revela a sua violência num mundo profundamente profano.

Assumindo-se como “uma nova glosa do salmo bíblico”, a peça transforma figuras simbólicas do Auto quinhentista – Alma, Anjo, Diabos, Santa Igreja e seus Doutores – em figuras do nosso tempo, fechadas numa sala de prisão ou de hospital.

O espetáculo é ainda composto pelos textos do salmo Miserere Mei e trechos do Auto da Lusitânia, do Breve Sumário da História de Deus e da Carta a D. João III sobre o tremor de terra de 1531.

Em palco estarão 11 atores: Rita Blanco, José Airosa, João Grosso, Luís Miguel Cintra, Dinis Gomes, Duarte Guimarães, José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto, Ricardo Aibéo, Sofia Marques e Vítor d’Andrade.





Em cena desde 15 de abril, a peça é uma coprodução entre o Teatro Nacional Dona Maria II e o Teatro da Cornucópia, com textos e encenação de Luís Miguel Cintra.

“Miserere” está em cena na Sala Garrett de quarta-feira a sábado, às 21h30 e domingos às 16h, até 23 de maio.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close