Ambiente

Ministério trava fábrica de cimento em Rio Maior

Esta terça feira, o Ministério do Ambiente emitiu uma Declaração de Impacto Ambiental (DIA) desfavorável à construção de uma fábrica de cimento em Rio Maior, justificando que o projeto apresenta "total incompatibilidade" com o Plano Diretor Municipal
Versão para impressão
Esta terça feira, o Ministério do Ambiente emitiu uma Declaração de Impacto Ambiental (DIA) desfavorável à construção de uma fábrica de cimento em Rio Maior, justificando que o projeto apresenta “total incompatibilidade” com o Plano Diretor Municipal de Rio Maior e com a Reserva Ecológica Nacional.

“O projeto configura usos e acções não compatíveis com os objetivos de proteção ecológica e ambiental e de prevenção e redução de riscos naturais”, lê-se na declaração da pasta dirigida por Dulce Pássaro.

O mesmo documento sustenta que a construção da fábrica terá “impactos ambientais negativos elevados e não aceitáveis”, considerando a sua localização em Sítio de Importância Comunitária e na proximidade da zona limítrofe ao Parque Nacional das Serras d´Aire e Candeeiros.

O Ministério do Ambiente sublinha ainda que o projeto da empresa Tecnovia “contribui para uma sobrecarga significativa em termos de tráfego e perturbação na qualidade de serviço das vias”, verificando-se ainda “falta de clareza e grandes ambiguidades” nos documentos técnicos apresentados para descrever o processo de fabrico.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close