Cultura

Maior biblioteca juvenil do mundo compra livros lusos

Trinta livros infanto-juvenis portugueses foram recentemente adquiridos pela Biblioteca Internacional da Juventude, na Alemanha, considerada a maior do mundo.
Versão para impressão
30 livros infanto-juvenis portugueses foram recentemente adquiridos pela Biblioteca Internacional da Juventude, na Alemanha, considerada a maior do mundo na área com cerca de 600 mil títulos.
 
A escolha das obras portuguesas aconteceu durante a Feira do Livro Infantil de Bolonha que aconteceu em Itália no passado mês de Março e da qual Portugal foi o país convidado, como noticiou, à data, o Boas Notícias.
 
Jochen Weber, um dos responsáveis da biblioteca, confessou, em declarações à agência Lusa, ter ficado “muito satisfeito com a seleção” das obras que passarão a integrar o arquivo e que considera serem “um bom apoio para reforçar a presença de livros portugueses” que já alberga.
 
Todos os livros escolhidos foram editados entre 2010 e 2012. Entre os 30 títulos adquiridos estão textos de Alexandre Honrado, Manuel António Pina, António Mota, Luísa Dacosta, José Jorge Letria, António Torrado, Eugénio Roda, Amadeu Batista e ainda obras ilustradas por Cristina Valadas, João Vaz de Carvalho, José Feitor, Marta Madureira e Tiago Manuel.
 
A estas obras juntam-se ainda “Oinc! A História do Príncipe Porco”, escrita por Isabel Minhós Martins a partir de um conjunto de litografias de Paula Rego bem como “Sérgio Godinho e as 40 Ilustrações” e “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, uma edição recente com ilustrações de Tiago Albuquerque e Adriano Lameira.
 
Segundo informações adiantas por Jochen Weber à Lusa, a Biblioteca Internacional da Juventude, que funciona num castelo em Munique, nasceu em 1949 e, desde então, tem vindo a constituir um arquivo com literatura infanto-juvenil proveniente de todo o mundo.
 
De realçar que, à margem desta escolha, a biblioteca divulgou, no início do ano, a lista de livros selecionados de 2012, na qual figuravam dois livros portugueses: “A Manta”, de Isabel Minhós Martins e Yara Kono, e o romance Meia Hora para mudar a minha vida”, de Alice Vieira.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close