Ciência

Lusos identificam genes da cor da pele e dos olhos

Investigadores portugueses conseguiram identificar os genes responsáveis pela cor da pele e dos olhos nos seres humanos. O estudo consegue ainda explicar a variação de cores e promete ser um grande contributo para a investigação genética.
Versão para impressão
Investigadores portugueses conseguiram identificar os genes responsáveis pela cor da pele e dos olhos nos seres humanos. O estudo desenvolvido a nível internacional consegue ainda explicar a variação de cores e promete ser um grande contributo para a investigação genética.

A equipa liderada por cientistas da Universidade do Porto estudou 699 pessoas de Cabo Verde para poder explicar a diversidade da cor da pele e dos olhos na população africana e europeia.

A investigação, que fez a capa da edição de Março da revista norte-americana Plos Genetics, revela que existem muitos mais genes associados a estas variações do que até então se julgava e que este efeito está dependente de relações biológicas e químicas.

“Os nossos resultados ajudam a explicar como os genes trabalham em conjunto para controlar o conjunto completo da diversidade de fenótipos de pigmentos, proporcionam uma nova visão sobre a evolução destas características e fornecem um modelo para a compreensão de outros tipos de variações quantitativas em populações miscigenadas”, explicam os investigadores.

Para além de conseguir justificar a variação de cores na pele e nos olhos dos indivíduos, o estudo tenta compreender qual a relação existentes entre a pigmentação destes dois órgãos. 

A investigação foi liderada pelos cientistas do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos e do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto.

O estudo contou com a colaboração de várias instituições internacionais, como a Universidade de Cabo Verde, Universidade de Stanford, Hudson Alpha Institute for Biotechnology (EUA), Gregor Mendel Institute (Áustria) e Universidade do Estado da Pensilvânia.


Clique AQUI para consultar o estudo completo (em inglês).

Notícia sugerida por Carla Neves

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close