Ambiente

Lamego ganha prémio mundial de iluminação sustentável

A cidade de Lamego ganhou, este mês, o terceiro prémio do concurso internacional "Auroralia Awards 2014", que distinguiu o município português pela nova iluminação sustentável da escadaria do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios.
Versão para impressão
A cidade de Lamego ganhou, este mês, o terceiro prémio do concurso internacional “Auroralia Awards 2014”, que distinguiu o município português pela nova iluminação sustentável da escadaria do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios com recurso a tecnologia LED.
 
A nova iluminação da escadaria e das avenidas centrais de Lamego com recurso a esta tecnologia (LED – Light Emitting Diode) entrou em funcionamento em Janeiro deste ano graças a um projeto desenvolvido pela Associação Douro Alliance – Eixo Urbano do Douro.
 
O projeto valeu à cidade portuguesa um lugar de destaque neste que é um dos concursos mais importantes do mundo na área, promovido pela Schréder e pela LUCI – Rede Internacional de Cidades para a Iluminação Urbana – e que reconhece as iniciativas globais de iluminação exterior melhor minimizam o impacto ambiental.
 
A primeira fase do projeto correspondeu à aquisição e instalação de luminárias LED nas avenidas Dr. Alfredo Sousa e Visconde Guedes Teixeira tendo sido renovada a iluminação nos jardins destas vias, pertencentes ao Eixo Barroco, explica, em comunicado, a Câmara Municipal de Lamego.
 
Numa segunda fase, procedeu-se à iluminação cénica do escadório do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, igualmente com recurso à tecnologia LED.

A solução de iluminação “baseou-se na necessidade de valorizar o património, considerando os aspetos turísticos inerentes, uma vez que se garante uma perspetiva noturna da escadaria, anteriormente inexistente”, esclarece a Câmara.
 

De acordo com a autarquia, em termos gerais, esta renovação ao nível da iluminação pública permite à cidade “um elevado grau de poupança energética”, na ordem dos 70%, e “garante o enobrecimento dos jardins e espaços urbanos”. 
 
O objetivo dos “Auroralia Awards” é “premiar, anualmente, três cidades que implementem um projeto de iluminação exterior que reduza o impacto ambiental do modo mais percetível, exemplar e original possível utilizando soluções inovadoras”.
 
Além de Lamego, que ganhou a medalha de bronze, o concurso premiou ainda as cidades de Eindhoven, na Holanda, a grande vencedora, e Málaga, em Espanha, que assegurou o terceiro lugar. 
 
As cidades vencedoras foram escolhidas entre um total de 17 concorrentes por um júri independente composto por jornalistas e especialistas em iluminação urbana, urbanismo e desenvolvimento sustentável. 
 
Este ano, a cerimónia de entrega dos prémios teve lugar durante o Festival Anual de Luz, que aconteceu a 6 de Dezembro na cidade de Lyon, França. Mais de 100 profissionais do setor da iluminação estiveram presentes no evento, que recebeu também representantes municipais, arquitetos e urbanistas.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close