Ciência Em Destaque Notícias

Laboratório de Reprodução Humana da Universidade de Coimbra recebeu certificação europeia

Versão para impressão
O Laboratório de Reprodução Humana (LRH) do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC) recebeu a certificação europeia de “Boas Práticas de Laboratório” (BPL) que garante a segurança de procedimentos e permite comparar os seus resultados com laboratórios europeus.

A certificação BPL, baseada em exigentes diretivas europeias, garante que os estudos pré-clínicos (antes de serem aplicados em humanos) do LRH com produtos farmacêuticos são seguros para a saúde e o ambiente de pessoas e animais. Apenas três laboratórios portugueses possuem esta certificação.

O selo de qualidade advém da vasta experiência do LRH na área da Biologia da Reprodução e certifica os estudos toxicológicos realizados in vitro, nomeadamente com contracetivos.

O presidente do CNC e diretor do LRH, João Ramalho-Santos, afirma que esta certificação «é um passo no sentido de diversificar as valências do laboratório para realização de trabalhos com elevada exigência e de potenciar parcerias científicas e técnicas com a indústria farmacêutica. As normas BPL são muito exigentes e o facto de a certificação ter sido atribuída a um laboratório primordialmente dedicado à investigação é um testamento à qualidade e dedicação de toda a equipa».

Os resultados das inspeções de BPL de laboratórios efetuadas por um país são vinculativas para outros Estados aderentes a este regime. A certificação visa evitar a duplicação de investigações nos diferentes países, rentabilizando tempo e recursos.

Os países com laboratórios certificados com BPL promovem o comércio internacional de produtos químicos, através da possibilidade de comparação internacional dos diferentes estudos.

A fiscalização BPL incide sobre instalações, gestão e organização científica do laboratório, tipos de estudo, competências da equipa, saúde dos investigadores, utilização e armazenamento de substâncias químicas, procedimentos de controlo de pragas, manutenção e calibração de instrumentos de medida e sistemas informáticos.

A certificação é fiscalizada, em território nacional, pelo Instituto Português da Qualidade (IPQ) e o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (INFARMED) conforme a diretiva número 2004/9/CE.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close