Educação e Formação Em Destaque

Já são conhecidos os vencedores dos Prémios Sophia Estudante 2018

Os alunos de escolas superiores e técnicas do Norte do país estiveram em destaque.
Versão para impressão

A Academia Portuguesa de Cinema entregou ontem à noite, dia 13 de dezembro, os Prémios Sophia Estudante 2018, numa cerimónia que encheu o Grande Auditório do Teatro Municipal Rivoli, no Porto, conduzida pela atriz Liliana Santos.

Os alunos de escolas superiores e técnicas do Norte do país estiveram em destaque, conquistando os primeiros lugares em três das quatro categorias: a escolha de Melhor Curta-Metragem de Animação recaiu em “O Chapéu”, de Alexandra Allen, aluna do Instituto Politécnico do Cávado e Ave; para Melhor Curta-Metragem de Documentário foi escolhido “Um Homem não é um Homem Só”, de Alberto Seixas, aluno da Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde; a distinção na categoria de Melhor Curta-Metragem Experimental coube a “Memoriam”, de Andreia Pereira, também aluna da Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde; e a Melhor Curta-Metragem de Ficção distinguiu “Tomorrow Island”, de Gwenn Joyaux, da Universidade Lusófona de Lisboa. Este ano, foi também entregue, pela primeira vez, o Sophia Estudante de Melhor Cartaz, tendo sido distinguido o do filme “Bruma”, da designer Mónica Correia, da Universidade Católica do Porto.

Com um total de 82 concorrentes e 34 nomeados, os Prémios Sophia Estudante 2018 quebraram recordes e provaram que cada vez mais jovens portugueses apostam no cinema. Como na edição do ano anterior, foram selecionados os três primeiros classificados de cada categoria para disputarem o grande Prémio Sophia Estudante na cerimónia de entrega dos Prémios Sophia, que em 2019 se realiza a 24 de março.

Além da entrega dos galardões, os Prémios Sophia Estudante 2018, que tiveram como tema “O Som no Cinema”, incluíram masterclasses de dois mestres desta arte: a primeira foi dada por Nelson Ferreira, editor de som lusodescendente nomeado aos Óscares de 2018 na categoria de Melhor Edição de Som pelo filme “A Forma da Água”, de Guillermo del Toro; já a segunda ficou a cargo de Tom Fleischman, Misturador de Som (re-recording mixer) nova-iorquino já cinco vezes nomeado aos Óscares e vencedor da edição de 2012 na categoria de Melhor Edição de Som pelo filme “A Invenção de Hugo”, de Martin Scorsese. Para Paulo Trancoso, Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, foi “uma honra ter em Portugal, perante um anfiteatro cheio, duas figuras de relevo da sonoplastia a nível mundial, neste que foi um raro evento focado na importância do som na indústria do cinema”.

Antes do início da exibição de todas as curtas-metragens nomeadas, houve tempo para um debate em Mesa Redonda com Álvaro Melo, Branco Neskov, e Francisco Veloso.

A fechar as comemorações associadas aos Sophia Estudante 2018, Tom Fleischman será presenteado esta sexta-feira, 14 de dezembro, com o Prémio Carreira (Life Achievment Award) da Academia Portuguesa de Cinema, bem como com o Diploma de Membro Honorário Internacional da mesma, numa cerimónia que terá lugar às 21h30 na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa.

Conheça abaixo a lista completa dos premiados:

Melhor Curta-Metragem de Animação:

  • 1º LUGAR – “O Chapéu”, de Alexandra Allen (IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e Ave)
  • 2º LUGAR – “Harden Edges”, de José Carlos da Costa Bizarro Morais (IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e Ave)
  • 3º LUGAR – “Bruma”, de Sofia Cachim, Daniela Santos, Gabriel Peixoto e Mónica Correia (Universidade Católica do Porto)

Melhor Curta-Metragem Documentário:

  • 1º LUGAR – “Um Homem não é um Homem Só”, de Alberto Seixas (ESMAD – Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde)
  • 2º LUGAR – “After the Fire”, de Ahsan Mahmood (Universidade Lusófona de Lisboa)
  • 3º LUGAR – “Terra Ardida”, de Francisco Romão (ETIC – Escola de Tecnologias Inovação e Criação)

Melhor Curta-Metragem Experimental:

  • 1º LUGAR – “Memoriam”, de Andreia Pereira (ESMAD – Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde)
  • 2º LUGAR – “No Fim do Mar”, de João Monteiro (ESAP – Escola Superior Artística do Porto)
  • 3º LUGAR – “Aurora”, de Lourenço Vaz e Rita Isaúl (ETIC – Escola de Tecnologias Inovação e Criação)

Melhor Curta-Metragem de Ficção:

  • 1º LUGAR – “Tomorrow Island”, de Gwenn Joyaux (Universidade Lusófona de Lisboa)
  • 2º LUGAR – “Sputnik”, de Miguel Magalhães (Universidade Católica do Porto)
  • 3º LUGAR – “Ruptura”, de Gonçalo Santos (ESMAD – Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde)

Melhor Cartaz:

  • 1º LUGAR – “Bruma”, Designer Mónica Correia (Escola das Artes – Universidade Católica do Porto)
  • 2º LUGAR – “Um Homem não é um Homem Só”, Designer Sara Gonçalves (ESMAD – Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde)
  • 3º LUGAR – “Flor de Lótus”, Designer Maria Clara Norbachs (Universidade da Beira Interior)

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close