Fitness & Bem-estar

IPMA apresenta novo serviço de previsões de hora-a-hora

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) vai passar a oferecer aos portugueses um serviço de previsões metereológicas hora-a-hora. O mesmo vai ser possível graças à aquisição do novo sistema de videowall, do Supercomputador P7 e de uma nova
Versão para impressão
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) vai passar a oferecer aos portugueses um serviço de previsões metereológicas hora-a-hora. O mesmo vai ser possível graças à aquisição do novo sistema de videowall, do Supercomputador P7 e de uma nova aplicação para 'smartphones' e 'tablets'. 
 
A apresentação das novas apostas aconteceu esta quinta-feira e contou com a presença da Ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas. Segundo o IPMA, o novo sistema de videowall vai permitir a visualização de dados de satélite, radar e descargas elétricas atmosféricas.
 
Por seu lado, o Supercomputador P7 será usado para modelação numérica atmosférica e marinha. Estes dois novos equipamentos são complementados com uma nova aplicação para 'smartphones' e 'tablets' que permite o acesso às previsões meterológicas de hora-a-hora a todos os cidadãos, de forma gratuita. 
 
“O supercomputador, que vai estar em funcionamento dentro de um mês, vai permitir, no mínimo, triplicar a nossa capacidade de modulação numérica atmosférica e marinha”, revela Miguel Miranda, presidente do IPMA, à Lusa.
 
Para o responsável, essa evolução é essencial nas áreas da vigilância aeronáutica sob responsabilidade nacional (Península Ibérica e boa parte do oceano Atlântico) bem como na área correspondente à Plataforma continental.
 
Já para Assunção Cristas, o novo equipamento vai permitr uma melhor recolha, investigação e tratamento dos dados, colocando o IPMA na “linha da frente do trabalho meteorológico das previsões”. A ministra acrescenta que os novos sistemas vão também ter um papel importante para áreas específicas como a economia e a agricultura.
 
Ao permitir um trabalho mais acurado na previsão e na forma como a informação de prevenção chega aos utilizadores, “estaremos mais preparados para dar resposta a fenómenos delicados extremos como é o caso das questões do litoral, do mar, das questões dos fogos florestais e rurais”. 
 
Por isso mesmo, “é um investimento essencial, não só do ponto de vista da investigação, mas também da prestação de serviços e o IPMA é um prestador de serviços”. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close