Ambiente

Indonésia: 700 tartarugas raras salvas de venda ilegal

Perto de 700 tartarugas pinguim foram confiscadas num aeroporto da Indonésia. Os répteis fazem parte de uma espécie em vias de extinção e estariam destinadas à venda ilegal na Europa e Ásia.
Versão para impressão
Perto de 700 tartarugas pinguim foram confiscadas num aeroporto de Jakarta, na Indonésia, no final do mês de Março. Os répteis fazem parte de uma espécie em vias de extinção e as autoridades de proteção ambiental locais acreditam que estavam destinadas à venda ilegal na Europa e Ásia.
 
Os animais foram encontrados no Aeroporto Internacional Soekarno-Hatta e, segundo a Associated Press, estão sob o cuidado de especialistas do Centro de Recursos Naturais de Jacarta, antes de serem libertadas no seu habitat natural.
 
De acordo com o site da National Geographic News, as tartarugas pinguim são répteis de água doce “que podem ser encontrados apenas no norte da Austrália e no sul de Papua Nova Guiné”.

Devido à excessiva venda ilegal, pesca e caça, as tartarugas estão cotadas na lista da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais como uma das espécies mais ameaçadas do mundo.

 
Esta é a segunda missão cumprida com sucesso, este ano, pelas autoridades ambientais na procura de contrabandistas de animais raros.

Na Tailândia foi resgatado um grupo de 54 tartarugas de ploughshare, um número preocupante que representa cerca de 10 por cento do total de 600 membros que ainda compõem esta espécie ameaçada.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close