Mundo

Índia: Papagaio ajuda a encontrar o assassino da dona

Na Índia, um papagaio ajudou a polícia a identificar o homem que assassinou a dona e roubou todas as jóias que esta tinha em casa. Sempre que o sobrinho da vítima se encontrava na presença do pássaro, este último ficava bastante agitado. Intrigadas,
Versão para impressão
Na Índia, um papagaio ajudou a polícia a identificar o homem que assassinou a dona e roubou todas as jóias que esta tinha em casa. Sempre que o sobrinho da vítima se encontrava na presença do pássaro, este último ficava bastante agitado. Intrigadas, as autoridades começaram a suspeitar do indivíduo, acabando por descobrir uma dentada do cão da vítima na sua mão, que serviu de prova para o acusar de homicídio.
 
Tudo aconteceu em Agra, no norte da Índia, quando Ajay Sharma, de 55 anos, foi encontrada esfaqueada até à morte na sua própria casa. A par do crime, a polícia deu conta do desaparecimento de toda a coleção de jóias da vítima, mas sempre sem pistas suficientes para conseguir identificar o responsável.

As suspeitas começaram a surgir quando a família se apercebeu de um fenómeno estranho: Heera, o papagaio de Ajay, ficava visivelmente agitado quer na presença do sobrinho Ashutosh, quer na simples referência ao seu nome.
 
“Sempre que se pronunciava o nome de Ashutosh, o papagaio começava a comportar-se de forma bizarra”, conta a madrasta da vítima à AFP. O contrário acontecia quando eram ditos outros nomes, em que o papagaio simplesmente se mantinha em silêncio. Perante estes factos, os familiares decidiram falar da situação à polícia.
 
A valiosa informação valeu a resolução do caso, com a descoberta de provas que identificavam Ashutosh, de 35 anos, como autor do homicídio. O mesmo apresentava vestígios de uma mordidela do cão da tia na mão, também ele encontrado morto naquele dia. Uma vez detido, o suspeito acabou por confessar o crime, tendo a arma do crime sido encontrada juntamente com as jóias da vítima. 
 
“Não tínhamos pistas nenhumas, pelo que o papagaio foi mesmo uma grande ajuda”, admite Shalabh Mathr, responsável da polícia de Agra, citado pela agência Press Trust of India.

Notícia sugerida por André Luís

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close