Ciência

Hubble capta estrelas em movimento

O telescópio espacial Hubble conseguiu captar o movimento de grupos de jovens estrelas integradas na Nebulosa NGC 3603, situada na Via Láctea a 20 mil anos-luz do Sol. Após investigarem mais de 800 estrelas, os astrónomos concluíram que a sua velocid
Versão para impressão
[Foto: © NASA]

O telescópio espacial Hubble conseguiu captar o movimento de grupos de jovens estrelas integradas na Nebulosa NGC 3603, situada na Via Láctea a 20 mil anos-luz do Sol. Após investigarem mais de 800 estrelas, os astrónomos concluíram que a sua velocidade é independente da massa.

Esta é a primeira vez que uma equipa de astrónomos consegue medir, com exatidão, os movimentos estelares nos aglomerados compactos de estrelas jovens. De acordo com a BBC, foram analisadas e comparadas diversas imagens captadas pelo telescópio Hubble nos anos de 1997 e 2007.

Andrea Stolte, uma das investigadoras envolvidas, refere que este estudo é fundamental para compreender como se formam e evoluem os clusters estelares.

As estrelas nascem quando se dá um colapso de uma nuvem gigante de gás e poeira e na região NGC 3603, onde a nuvem é excecionalmente massiva e compacta, este processo é muito rápido e intenso.

A longo prazo, estes agrupamentos podem desenvolver enormes bolas de estrelas conhecidas como aglomerados globulares, que permanecem juntos, até mil milhões de anos, devido à gravidade.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close